Veleiro-San-Blas-Panama-01
Kuna Yala

San Blas em veleiro – dicas, melhores barcos e ilhas mais bonitas do Caribe do Panamá

Navegando no Caribe do Panamá

Tenho vários outros posts na “fila” para serem escritos antes desse, mas não aguentei. Precisava compartilhar com vocês LOGO a incrível experiência de explorar o Arquipélago de San Blas a bordo de um veleiro. Que momentos MARAVILHOOOOSOS! Mal pisei em terras firmes, e aqui estou eu, “blogando”.

Que eu tenho um amor enorme por essas ilhas, não é novidade para ninguém, né? (sou mega repetitiva com o assunto! hehe). Já fui mais de 20 vezes para San Blas (confiram as fotos no instagram com a tag #LalaEmSanBlas) e tenho outros dois posts aqui no blog relatando minhas experiências anteriores (sempre com hospedagem em CABANAS ou apenas bate-volta de 1 dia). São os posts mais acessados do blog.

Clique para ler:

  • Guia de San Blas (dicas atualizadas / “perguntas & respostas” / ilhas e turquesômetro)
  • Arquipélago de San Blas (dicas gerais / introdução a cultura Kuna Yala / como chegar com seu próprio carro – passo a passo do caminho)

Hoje venho aqui contar como é viver este arquipélago a bordo de um veleiro. Pensava que já tinha me encantado o máximo possível com San Blas, mas NÃO. Essa minha última ida superou TODAS as experiências anteriores e qualquer expectativa.

san blas - panama - veleiro
Veleiro Lycka – em San Blas (Kuna Yala) – Panamá

San Blas em VELEIRO – Panamá from Lala Rebelo on Vimeo.

1-VELEIRO-SAN-BLAS

O barco que nos recebeu em San Blas na primeira vez foi o Lycka, um veleiro de 40 pés que conta com 2 cabines (quartos), sendo perfeito para 4-5 pessoas (2 ou 3 turistas + o capitão e marinheira). Mas é possível acomodar até 7 pessoas no total, pois os sofás da cozinha também podem virar camas (apertadinho, melhor ir em até 3 mesmo). As refeições (todas incluídas) são feitas na mesinha da parte externa (mas tem mesa na parte interna também) e o barco possui banheiro (chuveiro e toilette, tudo com água doce). A energia é captada por meio de painéis solares e geradores eólicos (claro que tem que usar com moderação). O Lycka, que significa “alegria” em sueco, é um barco muito bonitão, com cobertura de madeira, e muito confortável.

Mas o melhor de tudo é a sua tripulação! 🙂 Lorenzo y Alejandra, capitão e marinheira, respectivamente, são um casal muito simpático e amável. Ele é espanhol (de Barcelona) e é um SUPER viajante que já deu a volta ao mundo, visitando todos os continentes, nadando e mergulhando em todos os oceanos e mares do mundo (UAU!! Pra dizer o típico “um dia chego lá!!” rsrs). Ela é venezuelana e uma cozinheira de mão cheia (hummmmm), muito conhecedora da cultura local. Um amor de pessoa. Acredite: é MUITO IMPORTANTE que os donos do barco sejam gente boa!! Afinal, é como se você estivesse hospedado na casa de alguém (aliás, é!! Eles moram no barco há muitos anos!) e, como não é uma mansão e sim um veleiro, vocês passarão muito tempo juntos! E no nosso caso, foi FANTÁSTICO! Recomendo muito!

Nós descobrimos o Lycka por meio do site Sailing Life Experience. Quem comanda esse site é a espanhola Marina, que esteve bastante tempo navegando em San Blas, mas hoje seu trabalho é te ajudar a encontrar o barco ideal pra você e seu grupo (conforme número de pessoas, orçamento, estilo de viagem etc. – como um “booking.com” de veleiros).

Reserve através da Sailing Life Experience e informe que ficou sabendo da empresa por meio da “Lala Rebelo”. Pode, inclusive, escrever em português, pois a Marina está estudando a língua e adorando! 🙂 Todos os barcos que aparecem nesse site são de confiança.

Site: www.sailinglifeexperience.com
E-mail: info@sailinglifeexperience.com

san blas - panama - veleiro

san blas - panama - veleiro lycka
A tripulação: Lorenzo y Alejandra | Veleiro Lycka – San Blas – Panamá
san blas - panama - veleiro lycka
O interior do Veleiro Lycka – todo em madeira
san blas - panama - veleiro lycka
Aí dentro ficava nosso quartinho!! | Veleiro Lycka – San Blas – Panamá
san blas - panama - veleiro lycka
O entardecer de dentro do barco é lindo!

san blas - panama - veleiro lycka

san blas - panama - veleiro lycka

<Atualização em 22/07/2017>

Após essa experiência no Lycka, fomos outras DUAS vezes para San Blas, experimentar outros veleiros da Sailing Life Experience e ambas experiências foram maravilhosas!

Portanto, também recomendo muito:

Foi uma experiência bem parecida com a do Lycka, ou seja, também incrível. O barco comporta até 5 pessoas e pertence a um casal de espanhol (Manu) com mexicana (Sayra) + uma marinheira fofíssima de 4 patas (Bela), que é simpaticíssima, super treinada. A-M-A-M-O-S! O veleiro é grande e espaçoso, com banheiro/ducha, energia captada por painéis solares e uma área externa gostosa, onde se pode fazer uma refeição ao ar livre ou deitar nas redes para descansar e apreciar o visual!

A bordo do El Tranquilo comemos um dos melhores peixes da vida: pargo defumado no coco!! Preparado por um índio Kuna da ilha em que estávamos atracados. Estava delicioso (e olha que eu nem sou muito de comer peixe). Todas as refeições estão incluídas no valor da diária.

Como ficamos pouquinho tempo (chegamos no sábado e fomos embora no domingo cedinho), não navegamos pelas ilhas como fizemos com o Lycka, mas curtimos MUITO bem a ilha Nuinudup (que está em frente a conhecida Banedup) que é uma das mais lindas do arquipélago, praticamente vazia e exclusiva para quem está dormindo em veleiro.

Repito que essa é uma das maiores vantagens de se hospedar em um veleiro em San Blas, ao invés das cabanas (além da comodidade, claro!): poder visitar ilhas que a maioria dos turistas não vai!

O Manu (dono do barco) nos levava à praia com o bote, amarrou redes nos coqueiros e deixou a gente lá, curtindo! Quem fica mais tempo dá até para pensar em almoços/jantares românticos montados na ilha. Que tal?

Recomendo muito o El Tranquilo. O nome já diz tudo, né? Momentos de tranquilidade te esperam por lá… No paraíso que é San Blas! Fale com a Marina, da Sailing Life Experience, para reservar (info@sailinglifeexperience.com).

san blas panama veleiro
Veleiro El Tranquilo – San Blas – Panamá
san blas panama veleiro
Área externa do Veleiro El Tranquilo, San Blas
san blas panama veleiro
Descansando nas redes do El Tranquilo
san blas panama veleiro
Salinha no interior do Veleiro El Tranquilo, San Blas
san blas panama veleiro
O banheiro do El Tranquilo
san blas panama veleiro
Indo de bote para a praia – Isla Nuinudup (com a marinheira Bela!)
san blas panama veleiro
Uma ilha só para nós!!
san blas panama veleiro
Com o veleiro El Tranquilo conhecemos a maravilhosa Isla Nuinudup
san blas panama veleiro
Eu e a Bela, do El Tranquilo
san blas panama veleiro
De volta no barco, El Tranquilo, para o jantar
san blas panama veleiro
Delicioso macarrão com pargo defumado no coco preparado pelo Manu – HUMMM…
san blas panama veleiro
Pôr do sol maravilhoso no Veleiro El Tranquilo, San Blas, Panamá

Não chegamos a dormir nesse barco, mas passamos um dia a bordo para conhecê-lo. Na verdade, era um barco similar que, infelizmente (ou felizmente para o dono! rs) foi vendido. Por isso estou recomendando este outro, de Giambautista y Valentina (um casal de italianos), que é tão grande e confortável quanto o que experimentei (Marco Polo) só que mais novo!

Se você está indo em grupo e deseja um barco beeeem espaçoso e MUITO CONFORTÁVEL, o Outremer 55 é a melhor opção. Tem 3 cabines grandes, sala ampla, área externa mais ampla ainda (pode acolher até 10 pessoas!). Acabaram de voltar de um ano e meio de navegação pelo Sul (área da Patagônica, até o Círculo Polar Antártico), sendo o primeiro catamaran da história a fazer isso!! Veja mais fotos e relatos aqui.

Reserve sua estadia também pela Sailing Life Experience (info@sailinglifeexperience.com).

Nas fotos: experiência a bordo de um catamarã similar a esse que estou recomendando. O tour começou na Ilha Chicheme e terminou em Salardup (Ilha das Estrelas), a mesma que conhecemos com o Veleiro Lycka.

san blas panama veleiro
Catamaran Outremer 55 – San Blas – Panamá
san blas panama veleiro
Eu e minha amiga Débora em passeio de Catamaran por San Blas

san blas panama veleiro

san blas panama veleiro
O interior do barco – super espaçoso
san blas panama veleiro
Uma das cabines
san blas panama veleiro
Hora do almoço! Preparado na cozinha do barco.
san blas panama veleiro
Isla Salardub – San Blas – Panaá
san blas panama veleiro
Ilha das Estrelas – já sabe o motivo, né?

*** ALERTA NOVIDADE ***

Nos próximos meses, a Marina, espanhola, da Sailing Life Experience (quem gerencia esse site que eu adoro e suuuuper recomendo, em quem tenho MUITA confiança) estará com um veleiro em San Blas, junto com o capitão Lorenzo, italiano!!! Eu não perderia a oportunidade de ir a San Blas e ficar nesse barco… E de quebra, conhecer essas pessoas!

O veleiro tem 43 pés e conta com 3 cabines, mas uma das cabines é para uso exclusivo dos dois, portanto o barco tem 2 cabines para hóspedes, ideal para 2 casais ou famílias com 4 pessoas. Caso estejam em 5 ou 6 pessoas, também dá para acomodar na sala (crianças são super bem-vindas!! Maiores de 3 anos de idade).

Barco ideal para quem busca uma combinação de aventura e relax… E para quem também quer comer muito bem!! Lorenzo faz pesca submarina e é um super cozinheiro (sua especialidade são gnocchis, mas faz de tudo!!). Marina também cozinha super bem receitas mediterrâneas. Se você acha que idioma é uma barreira, os dois falam português e também espanhol, italiano, inglês e até mesmo francês e alemão.

O veleiro está equipado com 2 stand-up paddles e equipamentos de snorkel para todos.

Marina já viveu alguns anos em San Blas a bordo de um outro barco e agora, depois de várias temporadas navegando na Europa, voltará ao Panamá!! 🙂

Para reservar sua estadia no Corto II escreva para Marina/Lorenzo por email info@sailinglifeexperience.com ou WhatsApp +34677865419 (Marina) & +34642120903 (Lorenzo).

veleiro san blas panama

veleiro san blas panama
A salinha do veleiro

veleiro san blas panama

veleiro san blas panama
Uma das cabines do veleiro Corto II, San Blas
veleiro san blas panama
Banheiro do veleiro Corto II
veleiro san blas panama
Marina & Lorenzo – anfitriões do veleiro Corto! San Blas – Panamá

SAN-BLAS-PANAMA-DICAS-02

Já expliquei San Blas nos mínimos detalhes aqui e aqui, mas resumindo, trata-se de um arquipélago com mais de 365 ilhas (sim… Uma para cada dia do ano!!) localizado na costa atlântica do Panamá (Mar do Caribe) absurdamente paradisíaco. São ilhotinhas dessas de desenho animado, pequenininhas, com areia branca, coqueiros e mar muito muito azul turquesa. Nos arredores dessas ilhas você irá descobrir recifes de corais com vida marinha abundante. Com essa descrição, não é difícil se apaixonar por San Blas, né?!

O nome oficial da região é Kuna Yala (San Blas é o nome que os espanhóis deram e o governo panamenho continua usando), uma comarca indígena independente (desde uma revolução em 1925), que vive de acordo com suas próprias regras, líderes, costumes, idioma e religião. Uma cultura muito interessante, que você poderá conhecer de perto (claro, se fugir das ilhas mais populares, já bem mudadas e adaptadas aos turistas). A população da comarca é de cerca de 55.000 habitantes.

Não espere encontrar ali os grandes resorts típicos do Caribe (nem mesmo pequenos hotéis ou pousadas). Os únicos que podem investir e lucrar com o turismo no local são os próprios índios Kuna. Energia elétrica e água doce são moderadas, assim como sinal de celular. Já existem ilhas mais turísticas e acessíveis, mas ainda há um montão delas completamente virgens (as mais lindas, sem dúvidas).

Em compensação à falta de infraestrutura, você poderá viver algo raro nos dias de hoje: experimentar uma natureza praticamente intocada, dormir em simples cabanas de bambu/madeira ou a bordo de um veleiro, ser despertado pelo nascer do sol e conviver com uma cultura completamente diferente da nossa.

É inevitável querer gritar aos quatro ventos a beleza que é San Blas, o lugar preferido no mundo de muita gente que vai (o meu, por exemplo) e querer convencer qualquer pessoa a ir. Mas é preciso explorar o local com cuidado, conhecê-lo com respeito e seguir as regras e costumes dos Kunas, que com esforço tentam manter suas tradições até os dias de hoje. Encante-se pelas roupas das índias, tão coloridas, e não deixe de levar para casa um painel de mola, com seus lindos bordados geométricos, feitos artesanalmente por elas.

*Em alguns lugares, você encontrará o nome da região grafado como Guna Yala. 

dicas de san blas panama
Uma ilha só pra você… | Waisaladup ou Pequeña Green Island – San Blas – Panamá
dicas de san blas panama
Green Island – San Blas – Panamá
dicas de san blas panama
Beleza preservada! Quase NINGUÉM no paraíso. | Green Island – San Blas – Panamá

dicas de san blas panama

COMO-CHEGAR-SAN-BLAS-PANAMA-LOCALIZACAO

[Se você já sabe ou já leu sobre isso nos outros posts de San Blas, pule para a parte de “ilhas, rotas & atividades”, abaixo]

San Blas está a um pouco mais de 100km da Cidade do Panamá (para chegar no Panamá, há vôos diretos de Copa Airlines saindo de várias cidades brasileiras; mas também é possível voar com outras empresas fazendo conexão em países da América do Sul).

[clique aqui para ler o post sobre a Cidade do Panamá]

O caminho da capital até San Blas está dividido em 3 partes:

  1. 60km de rodovia boa;
  2. 40km de estrada zig-zag/sobe-desce que atravessa a cordilheira, da costa pacífica até a atlântica, chegando ao terminal de lanchas em Cartí (Gardi Sugdub);
  3. Lancha até onde está ancorado o seu veleiro para abordagem e início do passeio (ou até a ilha escolhida, caso vá para ficar em cabanas).

A viagem toda leva em torno de 3 horas. Recomendo partir da Cidade do Panamá por volta das 5h da manhã para aproveitar o dia ao máximo!

Expliquei aqui o caminho para ir com o seu próprio carro até o terminal de barcos em Cartí (no local há um estacionamento – sempre deixamos nosso carro lá). Atenção! Só é possível ir com carros 4×4 (muitos vão de camionetes comuns, sem tração nas 4 rodas, e também conseguem passar).

Mas se você vem ao Panamá de turismo e vai ficar alguns dias nas ilhas, provavelmente vai preferir contratar um transporte (não compensa alugar um carro pra deixar parado no porto), e o próprio veleiro irá combinar toda a parte de transporte terrestre e marítimo pra você (te buscam no hotel na capital, te colocam na lancha dos Kunas que te levará até o veleiro, e depois te levam de volta). Assim que fechar com o veleiro, combine a parte de transporte (tudo pago separadamente). Veja mais detalhes aqui.

Também é possível chegar a San Blas de avião (beeeem teco-teco), voando com a Air Panama, saindo da capital (Aeroporto de Albrook – PAC) rumo ao aeroporto El Porvenir, Guna Yala (PVE) ou Corazón de Jesus/Narganá (CZJ). A viagem é super rápida, mas sinceramente, acho que não compensa (eu nunca fui de avião). Em qualquer mal tempo os vôos são cancelados… Na minha opinião, o perrengue da estrada é mais prático do que o trâmite de aeroporto. 

dicas de san blas panama como chegar

A lancha dos Kunas - para ir do terminal de Cartí até o veleiro
Uma das lanchas dos Kunas – para ir do terminal de Cartí até o veleiro

 ILHAS-SAN-BLAS-PANAMA-DICAS

Acredite… Nesse paraíso, sua única preocupação será escolher quais ilhas deseja conhecer, afinal, há praticamente uma para cada dia do ano. 🙂 A rota que você fará com o seu veleiro (e quais ilhas irá visitar) é montada conforme seus desejos e claro, conforme o tempo de viagem disponível. As ilhas são próximas umas das outras e a navegação entre elas levará não mais do que 3 horas.

Como ficamos apenas por 1 noite (2 dias), não fomos muuuuito longe, mas conseguimos fugir do “burburinho”, visitando ilhas calmas, desabitadas e paradisíacas (MUITO paradisíacas). Nossa rota foi:

1. Salardup (ou Isla Estrellas) – onde abordamos no veleiro e curtimos a praia de manhã. A ilha não tem esse nome por acaso: ela costuma ser habitada por estrelas do mar! 🙂 Apesar de que esse fim de semana estava especial. Vimos estrelas do mar por todos os lados!!! Raias também (uma assim que saltamos no mar – lindíssima!)!!

Salardup - Isla Estrellas - San Blas - Panamá
Salardup – Isla Estrellas – San Blas – Panamá | Repare nas estrelas do mar!!

salardup-isla-estrellas-san-blas-panama

A raia "residente" da Salardup - encontramos com ela assim que pulamos no mar!
A raia “residente” da Salardup – encontramos com ela assim que pulamos no mar!

dicas de san blas panama

dicas de san blas panama
Snorkel na Salardup – tentando encontrar a raia novamente!!

Depois do almoço, velejamos por cerca de 3 horas até chegarmos em… 

2. Green Island (ou Isla Verde, em espanhol. Não sei o nome em Kuna) – atracamos o veleiro próximo a essa ilha e ali passamos o fim de tarde, noite e a manhã seguinte. QUE ILHA UAU! Ela é bem selvagem, completamente desabitada… “Dentro” dela não há nada (nem índios), apenas árvores e muito mato. A praia estava “infestada” de estrelas do mar. E sua piscina natural azul turquesa/bebê (e quentinha) é impressionante.

Green Island vista do veleiro
Green Island vista do veleiro
Muuuuitas estrelas do mar!!!
Muuuuitas estrelas do mar!!!

dicas de san blas panama

dicas de san blas panama

dicas de san blas panama

dicas de san blas panama

dicas de san blas panama

dicas de san blas panama

dicas de san blas panama
Fim de tarde na Green Island ♥

Em seus arredores há um recife de coral fantástico, que mais parece um “bosque”. A água é muito transparente e ali vimos muita vida marinha (e mais duas raias) durante um mergulho de snorkel.

dicas de san blas panama

dicas de san blas panama
Raia-chita ou raia-pintada, na Green Island – San Blas
dicas de san blas panama
Baiacu (ou peixe globo) – San Blas, Panamá

Na manhã seguinte, após o café da manhã, fomos de bote auxiliar até uma ilhotinha próxima à Green Island… 

3. Waisaladup (“Pequeña Green Island”) – uma volta completa nessa ilha leva em torno de 2 minutos. hehehe. É muito mini e lindinha. Passamos algumas horas ali, sozinhos, e depois fomos para a Green Island para curtir mais um pouco da sua praia linda.

Os dias em San Blas são tranquilos: praia, snorkel, passeios de kayak… Os veleiros geralmente fornecem máscaras, snorkel e nadadeiras. Se você for ficar mais tempo, além das praias, também é possível conhecer algumas comunidades Kunas, fazer expedições pelos rios e se aprofundar mais na parte cultural.

dicas de san blas panama
Indo de botinho do veleiro até a Pequeña Green Island (Waisaladup)
dicas de san blas panama
Olha a Waisaladup ali no horizonte! Muito mini!!
dicas de san blas panama
Chegamos em Waisaladup – uma ilha só para nós!!

dicas de san blas panama

dicas de san blas panama
When an island owns you 🙂

 Outras ilhas para conhecer em San Blas a bordo de um veleiro:

. Cayos Holandeses – o top 1 de San Blas são os Cayos Holandeses, formados por 21 pequenas ilhas desabitadas. São as mais distantes do continente, e por isso, têm a natureza mais intacta. Com apenas 1 noite de veleiro ficou inviável ir até lá (2 noites no barco já seria o suficiente). Pretendo voltar em breve para conhecer! Preciiiiisooo!

. Coco Bandero – é um grupo de ilhotinhas beeeem no estilo dos desenhos animados (sabe… Bem redondinhas com areia branquinha?!). Pra mim, as mais fofas.

. Chichimé – a maioria dos veleiros ficam atracados nessa ilha porque oferece mais estrutura e um ambiente bem animado (com barzinho e tudo mais). Já visitei a Chichemé Chico (a vizinha calma da ilha principal) e achei bem bonita. Contei sobre ela aqui.

Há outras ilhas famosas como Perro Chico, Perro Grande (maravilhoooosa), Elefante, Fragata etc. (fazem parte dos Cayos Limón) as quais também é possível visitar em veleiro (já as conheci quando fomos para dormir em cabanas ou passar o dia). São mais cheias de turistas, mas também são lindas. Leia sobre elas aqui.

<Atualização em 22/07/2017> 

Como contei acima, em “O Veleiro”, em uma outra experiência em San Blas, a bordo do Veleiro El Tranquilo, conhecemos a Isla Nuinudup (em frente a mais conhecida Benedup) que é MARAVILHOSA!!! Tínhamos a praia praticamente só para a gente e os índios Kuna!

Isla Nuinudup - San Blas - Panamá
Isla Nuinudup – San Blas – Panamá
san blas panama
Conhecemos a Isla Nuinudup com o Veleiro El Tranquilo

ALIMENTACAO-COMIDA-SAN-BLAS-PANAMA

Todas as refeições estão incluídas no preço (inclusive bebidas – álcool moderado). Os pratos são a base de peixes e frutos do mar (claro!). Um dos tripulantes é quem cozinhará pra você. No nosso caso, demos sorte!! A Alejandra era uma super cozinheira. Teve até arepas venezuelanas!! Hum…. Quem não tem uma dieta muito compatível com a vida marítima hehehe, tipo eu que não como frutos do mar e não gosto de peixe, é melhor levar a própria comida para garantir. Eu levei um pacote de macarrão, molho vermelho e carne moída, e a Ale cozinhou pra mim. Mas se você curtir um peixinho ou uma lagostinha fresquinha… Prepare o estômago!!!! Eles compram tudo dos próprios Kunas, que ao pescarem, vão até o barco vender! 🙂

Claro que tudo é muito moderado, afinal estamos falando da “casa” de gente que mora há anos no mar e volta para a cidade poucas vezes ao ano (muitos quase não voltam!). Se pretende beber bastante, melhor levar suas garrafas também.

dicas de san blas panama
Primeiro almoço no veleiro: atum com arroz e eu com meu macarrão a bolonhesa 😛 hehehe
dicas de san blas panama
Esse é o ambiente das refeições. Nada mal, né?!
dicas de san blas panama
Almoço no veleiro com uma baita vista | San Blas, Panamá
dicas de san blas panama
Café da manhã com vista também!! 🙂 | San Blas, Panamá

BANHEIRO-SAN-BLAS-ILHAS-PANAMA

Para muitos, esse é o tema mais importante de todos. Sim, o veleiro tem banheiro! E tem também chuveiro com água doce. Mais uma vez… Tem que usar tudo com moderação. Mas… Decidimos trocar o banho de chuveiro por um banho muito mais exótico: BALDE! rsrs. Na Green Island, onde atracamos o barco para passar a noite, há um poço de água doce… Levamos nosso shampoo e sabonete, retiramos água do poço e tomamos banho ali mesmo. 😀 Adorei!

Mas para quem não curte MESMO essa experiência, fique tranquilo que HÁ TANQUE DE ÁGUA DOCE nos barcos. Já na experiência com o veleiro El Tranquilo e com o catamaran, tomamos banho a bordo.

dicas de san blas panama
O poço de água doce da Green Island onde tomamos banho!!

QUANTO-TEMPO-FICAR-SAN-BLAS-PANAMA-DICAS

Eu sempre fui das que dizem que 1 ou 2 noites em San Blas (em CABANAS) era o suficiente, afinal, trata-se de um lugar super rústico, com poucos recursos e infra-estrutura limitada. Depende mesmo é de você e do quanto você curte esse esquema mais roots (deixando claro que também AMOOOO ficar nas cabanas dos Kunas!!! Já dormi várias vezes, e dormiria muitas mais. Mais detalhes aqui.).

Mas no veleiro é outra história… Os quartos são mais confortáveis, os banheiros são mais limpos, a comida é melhor, não precisa deitar com areia no pé (hehehe) e você pode dormir cada dia em um novo lugar (atracado na praia de uma ilha diferente). Sugiro mínimo 2 noites para aproveitar bem. 3 ou 4 noites estaria perfeito, e daria tempo para explorar muuuuuitas e muitas ilhas e um pouco mais da cultura Kuna!!!

QUANDO-IR-MELHOR-EPOCA-SAN-BLAS-PANAMA

Apesar de estar no Caribe, San Blas está fora da zona de furacões! \o/ Mas há duas “estações”: seca e chuvosa.

Janeiro, fevereiro e março são os melhores meses, não só porque chove muito pouco mas também porque venta bastante (ideal para viajar de veleiro). Os meses de dezembro e abril também são bons.

Já nos outros meses, a probabilidade de chuvas é maior e o mar fica bem plano, com pouco vento (maio-novembro). Não quer dizer que você vai pegar com certeza chuva (as chuvas costumam ser rápidas), mas enfim, é menos garantido ver aquele céu azulziiiinho e um mar mega turquesa (a água só fica bem turquesa com sol). Eu já fui em TODOS os meses do ano a San Blas, e já peguei tempo ruim quando era época boa, e tempo bom quando era época ruim. Mas confirmo que de dezembro a abril sempre dei muito mais sorte.

san-blas-panama-quando-ir-melhor-epoca
Dias lindos de muito sol e céu azul | Março 2016

GUIA-DICAS-SAN-BLAS-PANAMA-ILHAS-INFORMACOES

  • Leve seu PASSAPORTE. Como se trata de um território autônomo indígena, no meio da estrada existe uma “fronteira” (posto do Congreso General Guna e posto do Servicio Nacional de Fronteras de Panamá – SENAFRONT) e eles vão pedir para vê-lo (residentes/locais podem levar apenas o carnet de residência).
  • Leve bastante dinheiro em CASH (“ainda” não aceitam cartão de crédito e não há caixa eletrônico! rs), e você pagará as coisas separadamente: motorista, imposto, lancha, veleiro, comprinhas de artesanato etc.
  • No meio da estrada é preciso pagar um imposto para os Kunas (US$5 para panamenhos & residentes / US$20 para turistas).
  • Se não quiser ficar desconectado durante toda a sua estadia, compre um chip pré-pago antes de ir para San Blas das operadoras Digicel ou +Móvil. Movistar e Claro NÃO funcionam.
  • O trecho final da estrada (os últimos 40km, de Chepo a Cartí – terminal de barcos), como comentei acima, é cheio de curvas e sobe-desce. Não é fácil não. Eu sempre enjoo. Se você é desses que sempre passam mal, recomendo tomar um DRAMIN antes de sair do hotel.
  • O caminho de LANCHA (do terminal em Cartí até o veleiro) nem sempre é muito agradável. Depende das condições do mar no dia e da “habilidade” e responsabilidade do barqueiro, mas muitas vezes está beeem mexido. Eu sempre levo toalhas ou uma almofadinha para sentar em cima caso bata um pouco. Você pode escolher entre: molhar muito & pular menos (sentando na parte de trás da lancha) ou molhar menos & pular muito (sentando na parte da frente da lancha).
  • Leve um REPELENTE. Nas ilhas, não há muitos mosquitos. Mas no terminal de barcos há, e muuuuito! #XôZika!
  • A moeda do Panamá é o Dólar Americano (na verdade, se chama Balboa, mas não há notas de Balboas, apenas de dólares, e elas valem a mesma coisa). Todos os pagamentos serão feitos em dólares.
  • Leve BATERIAS muito bem carregadas (de câmeras, celulares etc.). Apesar do veleiro possuir energia, é muito moderado.
  • Recomendo levar alguns lanchinhos (tipo bolachas, batatinhas etc.), mesmo que o barco tenha tudo incluído.
  • Leve roupas leves e frescas (faz calor quase sempre, inclusive para dormir). Mas a noite, na parte externa do barco, fazia um ventiiiiiinho, que recomendo também levar um casaco, de preferência impermeável. Você não vai usar sapatos para NADA. Nem mesmo chinelos.
  • No barco já há ROUPA DE CAMA e TOALHAS DE BANHO. Mas recomendo levar toalhas extras para a praia. Cangas para estender na areia também são bem-vindas!
  • Lembre-se de que você está indo se hospedar na “casa” de alguém. É simpático chegar com algo para os donos! 🙂

veleiro-san-blas-panama-cabanas-ilhas-acomodacao-hospedagem-hotel

Aiii… Responder a esse tópico será BEM difícil. Mas como sei que essa pergunta vai acabar aparecendo (só pelo instagram já me perguntaram várias vezes em menos de uma semana), vou tentar deixar aqui o meu “veredito”. São experiências MUITO diferentes. Sei que quem vem ao Panamá como turista não tem tempo para fazer as duas coisas, mas a verdade é que o veleiro não substitui a cabana, nem a cabana o veleiro. Depende muito do que você quer.

O veleiro é muito mais confortável. Como falei, a comida é mais bem feita, o banheiro é melhor, tudo é mais limpinho etc etc. e tem também a vantagem de ser uma “casa ambulante”. Você pode acordar cada dia com um novo visual. Gostei também porque a bordo de um veleiro você pode conhecer ilhas muito mais distantes, paradisíacas e inexploradas. Você pode definir a rota junto com o capitão e a marinheira e conhecer as ilhas que você tanto sonha (nas cabanas, você fica meio preso aos barqueiros, aos tours que a ilha oferece, e as distâncias que as lanchas kunas percorreriam por você).

O que amei também foi poder conviver com os TRIPULANTES do barco. A maioria deles tem uma história de vida incrível. Geralmente é gente que largou tudo (emprego estável, rotina etc.) para viver a vida que sempre sonhou, desapegado, no mar, morando em um barco!!! Isso, pra mim, foi MUITO inspirador.

Eu particularmente gostei mais do veleiro. Amei minhas noites nas cabanas, mas se só pudesse escolher UMA MANEIRA, para UMA ÚNICA IDA a San Blas na VIDA, escolheria o veleiro.

Só que claro, é mais caro. Se você está com um budget menos folgado, com certeza as cabanas sairão muito mais em conta (até mesmo as cabanas mais caras). E é uma experiência incrível também (como vocês podem ler nos meus relatos aqui e aqui, sou e sempre fui apaixonada pela experiência de dormir nas ilhas).

Quanto à convivência com os Kunas, apesar de dormindo nas ilhas você estar junto deles, eles são bem tímidos e não falam muito com os turistas (à parte das ilhas “festeiras”… Nessas os índios falam, cantam, bebem… E fazem muito mais. Hehehe). Sabe que achei que aprendi muito mais da cultura deles no veleiro??! Eles chegavam, tentavam vender seus artesanatos e tal… E eram Kunas que nem espanhol falavam. Isso porque estávamos em ilhas bem mais distantes. Lembre-se que ficando mais tempo, é possível até organizar tours pelas comunidades.

Espero que vocês tenham ficado empolgados para conhecer San Blas a bordo de um veleiro!! Foi um fim de semana MARAVILHOSO e mesmo sem sair do Panamá, país onde moro, me senti completamente desconectada.

*** ASSISTÊNCIA MÉDICA INTERNACIONAL ***

Eu nunca viajo sem seguro de saúde internacional. Sempre faço o meu pela REAL Seguros e recentemente precisei usar e fui super bem atendida. Clique aqui para fazer uma cotação. Após compra online, a apólice chega por email em minutos.

san-blas-panama-veleiro
San Blas, Panama – Veleiro Lycka

Ale y Lorenzo, muchas gracias por todo!! Un gusto conocerlos! Fue un finde INOLVIDABLE! Muy especial. Volveremos seguro para más un viaje a bordo del Lycka!! Marina, muchas gracias por toda la ayuda y por el profesionalismo de Sailing Life Experience 🙂 Besos!!!

Manu y Bela, del Velero El Tranquilo, muchas gracias también por todo!! Fue una inolvidable despedida de San Blas, después de 24 veces en las islas. Para “cerrar” con llave de oro! Sayra, espero conocerte en el próximo viaje a San Blas!! 

Contatos

Para reservar sua estadia/viagem no VELEIRO LYCKA (Lorenzo y Alejandra), no VELEIRO EL TRANQUILO ou no CATAMARAN OUTREMER 55, escreva para info@sailinglifeexperience.com (Marina). Pode ser também por WhatsApp +34 677865419.

Os preços variam conforme quantidade de pessoas e de dias.

Para encontrar outros barcos disponíveis de acordo com o tamanho do seu grupo, orçamento e estilo de viagem, também entre em contato com a SAILING LIFE EXPERIENCE. Eles têm o contato de quase todos os veleiros que estão navegando por San Blas, e te dão o maior suporte do mundo. Não esqueça de mencionar que ficou sabendo da empresa por meio da Lala Rebelo. Como eles me conhecem e tem carinho pelo blog e por todos os leitores que chegam até San Blas por causa das minhas dicas, tenho certeza de que tratarão você e sua família ou amigos como clientes VIP! 🙂

Veja no mapa abaixo a localização de San Blas, principais aeroportos, cayos e ilhas mencionadas:

Beijos, Lala
insta: @lalarebelo
face: lalarebelotravelblog

san blas panama

Comentários