Riviera Maya

Dicas de Tulum – o lado rústico do México

Encontre aqui nesse post muitas dicas de Tulum, Playa del Carmen, Cozumel – o melhor da Riviera Maya, pertinho de Cancun.

***

Hoje é dia de falar sobre uma partezinha da Península de Yucatán que roubou meu coração: Tulum. Conheci o México na virada do ano (fui para Cancún – clique aqui para ler o post) mas voltei de lá com uma certa “marra”.

É que não sou muito dessas de resorts all inclusive, passeios mega turísticos, armados etc., apesar de ter me encantado pela beleza das praias (muuuito azul). E por isso mesmo decidi voltar alguns meses depois. Queria ver uma outra face da região que eu não tinha visto em janeiro: um México verdadeiro, puro, genuíno e autêntico. E encontrei tudo isso em Tulum. Que paraíso! 

dicas de tulum - hotel rosa del viento
Hotel Rosa del Viento, Tulum | foto: Lala Rebelo
dicas de tulum - zona hotelera
Carretera Tulum-Boca Paila, onde ficam hotéis, bares e restaurantes próximos da praia | foto: Lala Rebelo

dicas de tulum méxico

dicas de tulum méxico

dicas de tulum mexico papaya playa beach club
Papaya Playa Project Hotel e Beach Club | foto: Lala Rebelo

Tulum fica no estado mexicano de Quintana Roo, na Península de Yucatán, na famosa região da Riviera Maya. Ficou conhecida principalmente por causa das ruínas que estão na beira-mar, no alto de um penhasco (aliás, a única cidade maia estabelecida no litoral). Foi uma das últimas cidades construídas e habitadas por esta civilização.

onde fica tulum méxico
O que mais amei em Tulum foi o fato de poder curtir uma praia linda, rodeada de história e cultura, em uma atmosfera super relax, easy-going.

Quem já viu fotos de lá provavelmente reparou na cor do mar que contrasta com as ruínas: AZUL TURQUESA, desses de arder nos olhos. Mas, infelizmente, justo quando fui (logo eu, a louca dos turquesas), tinha acontecido um fenômeno raro por lá, uma megainvasão de algas marinhas, que tornou a água temporariamente mais escura, e a praia com aparência suja. Preciso voltar pra ver a cor original!!

Mas ainda bem que já tinha visto esse turquesa liiindo do Caribe Mexicano quando estive em Cancún. Mesmo assim, Tulum não deixou de ser linda. Muita gente, hospedada em Cancún ou em Playa del Carmen, vai a Tulum apenas para passar o dia (fazem um bate-volta). Insuficiente para vivenciar esse clima delicioso que a cidade possui. Posso te garantir: ficar uns dias em Tulum VALE MUITO A PENA! ♥

dicas de tulum - ruínas no mar azul turquesa
Ruínas de Tulum e o mar TURQUESA | foto: kesfet.tv

LABEL IMPORTANTE
Dica moooor para sua viagem a Tulum: LEVE MUITO DINHEIRO EM CASH. Em quase NENHUM lugar cartões de crédito são aceitos. E não é nem pelas altas taxas etc etc. É porque simplesmente “linhas telefônicas” e “sinal de internet” quase não existem por lá. Os únicos lugares em que pude usar meu cartão foram nos hotéis.

Mas atenção! Leve para Tulum PESOS MEXICANOS e não dólares (ou outra moeda). Você pode trocar nas casas de câmbio do próprio aeroporto ou já levar trocado. Seus dólares serão tranquilamente aceitos em qualquer estabelecimento de Tulum. O problema é que você vai acabar perdendo bastante dinheiro na conversão. Pois a cotação oficial é aproximadamente 1 dólar = 15 pesos, mas todos os lugares na cidade faziam 1 dólar = 13 pesos. Perder dinheiro assim de graça não dá, né?!

dicas de tulum tomada voltagem fuso horário idioma moeda dinheiro *Conheça os tipos de tomadas/plugues aqui.


Cómo llegar / Donde quedarse

*** Vôos & Estradas ***

O aeroporto mais perto de Tulum é o de Cancún (CUN). Para ir do Brasil a Cancún, você pode voar:

Uso o site da eDestinos para pesquisar e comprar passagens aéreas e gosto bastante! O site é cheio de ofertas para vários destinos. Clique aqui para acessar.

Brasileiros NÃO precisam mais de visto para entrar no México (nem visto mexicano, nem americano). Apenas passaporte válido. Mas, atenção! Se por acaso você comprar um vôo para Cancún com conexão nos Estados Unidos, aí sim você vai precisar ter o visto americano, mesmo nem saindo do aeroporto.

>> Dica importante (já falei disso no post de Cancún mas vale repetir): todas as malas de vôos que chegam da América do Sul ou da América Central são minuciosamente inspecionadas (passam por raio x, por cãos farejadores etc.) antes de serem liberadas na esteira. Esse procedimento pode levar, no mínimo, 1 hora. Ou seja, você vai ficar esperando um tempão até conseguir pegar sua bagagem para sair do aeroporto. Se você for ficar pouco tempo na cidade, faça o possível para levar apenas mala de mão. Você vai ganhar um baita tempo!!  🙂 <<

Alugue um carro em uma das locadoras do próprio aeroporto. Nós alugamos na Thrifty, mas todas as outras de rede também estão presentes lá. Pesquise preços aqui. A distância entre Cancún e Tulum é de 126km (aproximadamente, 2 horas de viagem) e a estrada é excelente, duplicada e toda sinalizada. Não se preocupe, você NÃO TEM COMO SE PERDER (e é praticamente uma reta só). Além disso, há sempre os salvadores Waze, GoogleMaps e GPS, né?! Ah, no meio do caminho, você passará por Playa del Carmen.

Sempre alugo pela Rentalcars e dá tudo certo! Quando você aluga carro por esse link, eu ganho uma pequena comissão e você não paga nada a mais por isso! Obrigada!! 🙂

00 mapa cancun tulum estrada

*** Hotéis ***

Há duas regiões onde se concentram os hotéis de Tulum:

. Tulum Pueblo – é a cidadezinha que fica longe da praia, com hotéis mais simples e mais baratos, porém com energia elétrica o tempo todo, provavelmente mais sinal de telefone e internet, água doce etc. Não achei nada bonito nem charmoso.

. Zona beira-mar, com aproximadamente 15km de extensão de pura praia, areia branquinha e dezenas de hotéis rústicos e cheeeeios de charme. É verdade que a rede elétrica não chega até essa região, mas a maioria dos hotéis utilizam geradores e você poderá se hospedar com bastante conforto. Na rua atrás da praia (Carretera Tulum-Boca Paila, onde ficam as entradas/recepções dos hotéis) formou-se uma vilinha fofíssima, cheia de lojinhas e restaurantes gostosos. Não há dúvidas de que é aqui, à beira-mar, que eu recomendo se hospedar, né?! 😀 Vamos às minhas sugestões:

Com certeza, o melhor custo-benefício de Tulum. A pousada é liiinda e o preço é ótimo para tudo o que oferece. Se você é desses que não abre mão de um certo conforto, fique na Rosa del Viento. Pois ela possui energia elétrica em 100% do tempo (os geradores não desligam nunca! Ar-condicionado a vontade nos quartos), água quentinha (um pouco salobra, mas faz parte), uma praia lindíssima logo em frente (com caminhas super confortáveis e serviço de bar/restaurante), quartos espaçosos, internet grátis e café da manhã incluído (muito gostoso, por sinal).

O único ponto negativo é que fica um pouco afastada do “agito” de Tulum (restaurantes e maioria dos hotéis). Não que seja LONGE, mas apenas difícil para fazer tudo a pé. Mas estando de carro ou de bicicleta, tudo resolvido! Aliás, alugar bicicleta é algo muito gostoso para se fazer por lá! Ficamos 3 noites nesta pousada. Reserve aqui.

tulum mexico rosa del viento hotel

tulum mexico rosa del viento hotel

tulum mexico rosa del viento hotel
Café da manhã bem mexicano!

tulum mexico rosa del viento hotel

tulum mexico rosa del viento hotel

foto: rosadelviento.com
foto: rosadelviento.com
tulum mexico rosa del viento hotel
Nascer do sol em frente ao hotel Rosa del Viento

Em meio a tantas opções de hotéis nesta zona, o La Zebra possui uma das melhores localizações. Está pertinho dos principais restaurantes, e dá pra fazer tudo a pé (sair pra almoçar, jantar, conhecer algumas lojinhas etc.). A área da praia logo em frente ao hotel também é bem ampla e bem bonita. Conheci o hotel por dentro e adorei a estrutura. É todo moderninho e mais descolado (um hotel com nome de zebra tem que ser, no mínimo, divertido, né?! hehehe). Tudo parece bem novinho, e há alguns quartos até com piscininha particular.

la zebra hotel tulum mexico

la zebra hotel tulum mexico

la zebra hotel tulum mexico
foto: visitroo.com
la zebra hotel tulum mexico
foto: lazebratulum.com

O Amansala entrou na minha lista de sugestões porque a área da praia em que o hotel está localizado é simplesmente linda! Em um dos lados há algumas pedras que formam um visual bem “uaaau” e a estrutura também é super, com quartos bem decorados e cheios de conforto. Fica ao lado da Posada Margherita, hotel e restaurante italiano com uma das melhores massas que já comi na vida!! Vou falar dele aqui abaixo em “comes e bebes”. Reserve aqui.

foto: tulumdave.com
foto: tulumdave.com

amansala hotel tulum mexico

amansala hotel tulum mexico

amansala hotel tulum mexico
Olha o tanto de alga acumulada na praia! :O

Este era meu sonho de consumo!!! Ou melhor, sonho de hospedagem. Enquanto escolhia meu hotel em Tulum, me deparei com as fotos do Azulik e fiquei COMPLETAMENTE APAIXONADA. Tinha que ficar lá, nem que fosse por 1 noite!! E foi exatamente isso o que fizemos: dormimos uma noite apenas, a última, para fechar com chave de ouro (com muitas pedras preciosas cravejadas! hahaha).

O conceito do hotel é meeeega zen. Nada de energia elétrica nem sinal de celular ou internet (apenas no lobby). Nosso quarto era fantástico: literalmente encrustado nas rochas na beira do mar, cama com mosquiteiro, banheira interna, varanda gigante com caminha suspensa e uma banheira/piscina particular e uma vista de TIRAR O FÔLEGO. Ainda demos a baita sorte de estarmos lá bem em uma noite de super lua cheia. Assistimos de camarote!

A localização do hotel também é ótima, perto de alguns restaurantes – dá pra fazer quase tudo a pé. Também está ao lado de um dos beach clubs mais animadinhos de Tulum, o Papaya Playa. O hotel é “clothing optional”, ou seja, não se assuste se vir alguns peladões andando por lá! rsrs.

Se for ficar no Azulik, tenha certeza de escolher uma “sea villa”, dessas que estão sobre as pedras, bem de frente para o mar, com varanda grande, caminha suspensa e banheira externa particular. Já que é pra ficar lá, que seja para ter a melhor experiência, né?! Porque o hotel em si é praticamente só o quarto (não tem área comum além do lobby)! A nossa era a “honeymoon villa”, que também é uma “sea villa” (quase igual), só que como fica na ponta, tem acesso direto à praia. Há outros quartos um pouco mais econômicos no prédio “anexo”, que também são bem bacanas, mas ficam mais “atrás” (mais longe do mar), e não te dão essa sensação incrível de estar sobre o mar!! Veja todas as opções de quartos aqui. Reserve sua estadia clicando aqui.

tulum azulik hotel mexico
Nossa honeymoon villa, no Azulik Hotel, Tulum

tulum azulik hotel mexico

tulum azulik hotel mexico

tulum azulik hotel mexico

tulum azulik hotel mexico
Indoor bathtub
tulum azulik hotel mexico
Entrada do nosso bangalô
tulum azulik hotel mexico
Pelos caminhos do Azulik Hotel

tulum azulik hotel mexico

tulum azulik hotel mexico

tulum azulik hotel mexico

tulum azulik hotel mexico
Sol?? Que nada!! Essa era a LUA CHEIA!!!

tulum azulik hotel mexico

tulum azulik hotel mexico
Temazcal, uma espécie de “sauna” maia
tulum azulik hotel mexico
Os outros tipos de quarto do Azulik. Também são lindos, mas não ficam sobre o mar. Parecem mais casas na árvore! 🙂
Panorâmica da nossa villa no Azulik Hotel, em Tulum
Panorâmica da nossa villa no Azulik Hotel, em Tulum

Mas fique tranquilo em relação aos hotéis. O que não falta nessa zona beira-mar são opções! Pra você ter uma ideia, olha essa placa abaixo! hahaha.

zona hotelera tulum mexico

* Se o seu vôo de volta for de madrugada, ou se seu vôo de ida chegar muito tarde, e você quiser dormir uma noite bem perto do aeroporto de Cancún, que foi o que fizemos, recomendo o Comfort Inn Cancun Airport Hotel. Pertinho, super barato, quartos confortáveis e atendimento rápido e eficiente. Aprovado!

dicas de viagem onde ficar hotel tulum mexico playa del carmen

↑ Volver al inicio del post


Comer y beber

Come-se MUITO BEM em Tulum! Os restaurantes são pequenininhos, charmosos, com poucos pratos no menu e a comida geralmente é super fresca e deliciosa. Justamente por ser tudo pequeno, os locais enchem MUITO.

Minha dica é: tome um bom café da manhã, faça lanchinhos durante o dia e vá almoçar/jantar lá por volta das 16-17 horas, direto da praia, pra não pegar os locais abarrotados e conseguir comer aonde tem vontade. As coisas fecham bem cedo em Tulum. Lá pelas 23h já não tem mais nada aberto na zona da praia (com algumas exceções, claro!).

Aqui a dica do dinheiro em CASH é importantíssima! Em nenhum dos restaurantes que sugiro abaixo são aceitos cartões de crédito.

Falei desse restaurante acima, na parte de hotéis (essa pousada é vizinha do Amansala Eco-chic Resort). Melhor italiano eveeeer! Não lembro de ter comido antes uma massa tão deliciosa. O cardápio é bem pequeno (4 tipos de massas, 2 pratos de peixe e 2 pratos de camarão), mas muda conforme temporada. Tudo muito caseiro, com sabor fresquíssimo. A-D-O-R-E-I! Obs.: a noite LOTA. Melhor ir no fim da tarde, por volta das 16h e fazer um “almojanta” rsrs.

posada margherita tulum mexico restaurante italiano

posada margherita tulum mexico restaurante italiano

posada margherita tulum mexico restaurante italiano

posada margherita tulum mexico restaurante italiano

posada margherita tulum mexico restaurante italiano

De cozinha argentina, é um dos restaurantes mais “pop’s” de Tulum, super da modinha. Abre para o café da manhã, almoço e jantar, mas é a noite que acendem a parrilla e preparam todos os pratos al carbon (carnes e frutos do mar). O local também é super charmosinho. Se quiser fugir da “lotação”, vá para o almoço. Não tem parrilla mas tem milanesa delícia e sobremesa de doce de leite de lamber o prato!!!

Casa Banana restaurante tulum mexico

Casa Banana restaurante tulum mexico

É considerado hoje o melhor restaurante de Tulum. Mas é bem pequenininho e super disputado (até fora da alta estação, que foi quando fomos). Tentamos ir duas vezes e não conseguimos mesa. Não fazem reservas online ou por telefone (na verdade, não tem telefone! rsrs). Para garantir um lugar, é preciso ir ao restaurante às 14h, que é quando a hostess chega, formar uma fila na porta e reservar sua mesa. O restaurante fica aberto apenas para jantar, das 18h às 23h.

Nós não topamos sair da praia bem no meio de um dia de sol maravilhoso para fazer uma reserva, enquanto havia também dezenas de outros restaurantes gostosos que eram “só chegar”. 😉 O Hartwood não tem menu fixo. Os pratos são escolhidos de acordo com o que “encontraram de melhor” no mercado ou no mar naquele dia. Tudo é feito no forno à lenha. Só sei que o cheiro estava ótimo! rsrs.

Hartwood restaurante tulum mexico

Hartwood restaurante tulum mexico

Entre todos os bares e restaurantes que conheci em Tulum, o Gitano era o mais animadinho, e o que estava sempre mais badalado até o mais tardar da noite. Ambiente ao ar livre, decoração bonita, música ao vivo, luzinhas penduradas… Tudo isso faz do Gitano um lugar com MUITO charme! Seja para jantar (nossos pratos estavam muito bons), para dançar, ou apenas para tomar uns drinks.

gitano bar and restaurant tulum mexico

gitano bar and restaurant tulum mexico

gitano bar and restaurant tulum mexico

Não dá pra ir ao México e não comer comida tipicamente mexicana, né?! Pra quem gosta (eu adooooro) o Mateo’s é O lugar. Gostamos tanto que fomos duas vezes! 😛 É famoso pelo fish taco, mas não deixe de provar o burrito arrachera!

mateos mexican grill restaurante tulum mexico

mateos mexican grill restaurante tulum mexico

mateos mexican grill restaurante tulum mexico

mateos mexican grill restaurante tulum mexico

↑ Volver al inicio del post


Qué hacer

Para fazer tranquilamente tudo o que recomendo abaixo, indico ficar 4 dias inteiros na cidade ou na região. Se você já tiver conhecido Playa del Carmen e Cozumel anteriormente, 3 dias em Tulum é o suficiente.

*** Praia & Cidade ***

  • Curtir praia (hotel ou beach club)

Ir até o Caribe é sinônimo de curtir muuuita praia, né?! Aproveite as instalações do seu hotel, mas se quiser dar uma variada, vá também a algum beach club. Recomendo o Papaya Playa Project. É hotel e clube de praia, onde não-hóspedes podem alugar cabaninhas na areia por 500 pesos consumíveis (cerca de 32 dólares) e curtir música gostosa tocada por DJ’s, comer petiscos e tomar drinks.

Adorei o clima do Papaya! Super jovem, bem animado e descolado! Pra quem não quiser pagar pelo lugar na areia, é possível também curtir o ambiente sentado em alguma mesinha do bar/restaurante, que também é bem bacana!! Como hospedagem, não o recomendo, porque é badalado demais (por exemplo, quando estivemos em Tulum, no Azulik, hotel vizinho, teve uma full moon party no Papaya que foi até às 6h da manhã com música alta) e também porque achei o preço muito alto pelo tipo de quartos que oferece. Mas como beach club, este é O lugar!! 😉

tulum beach mexico

Entrada do Papaya Playa Project Hotel & Beach Club
Entrada do Papaya Playa Project Hotel & Beach Club

Papaya Playa Project

Papaya Playa Project

Papaya Playa Project

TURQUESOMETRO-TULUM *A nota de 2 gotinhas para a cor do mar de Tulum foi dada levando em conta o mar que EU vi quando fui (por causa da invasão das algas marinhas, a água estava meio escura). Mas, se quando você for, o mar estiver como na maioria das fotos que se vê pela internet, acho que a nota sobe pra 4! 😀

  • Conhecer o centrinho (de bike)

Pra ir comer nos lugares que indiquei acima, provavelmente você já conheceu um pouco dessa zona de Tulum. Mas recomendo aqui alugar uma bicicleta e ir passeando tranquilamente pelos hotéis, restaurantes e lojinhas de artesanato… Um passeio bem agradável! 🙂

Passeando por Tulum...
Passeando por Tulum…
De bike, ainda mais legal! Há várias ofertas de empresas que alugam, inclusive seu próprio hotel! ;)
De bike, ainda mais legal! Há várias ofertas de empresas que alugam, inclusive seu próprio hotel! 😉 | foto: hotelstulum.com

tulum mexico

tulum mexico
Tulum Jungle!

*** Zona Arqueológica Maia ***

Falei um pouco dessa civilização no post de Cancún, quando contei sobre Chichén Itzá (outro sítio arqueológico maia – clique aqui para ler). Mas aqui vai também um breve resumo, pois os acho brilhantes!

Não se sabe ao certo quando a civilização começou (provavelmente ao redor de 2.500 a.C.), vivendo seu auge em 900 d.C, até a chegada dos espanhóis na América. Na verdade, nunca deixaram de existir. Só se enfraqueceram, tiveram seus costumes “sufocados” pelos costumes europeus, e muito de sua história escrita queimada (os textos Maias, devido a quantidade de símbolos – hieróglifos – que continham desenhos de cobras, dragões etc. foram julgados pelos religiosos que desembarcaram no “Novo Mundo” como satânicos).

Tinham um super conhecimento astronômico e matemático (conceberam um preciso calendário com meses de 29 dias em um ano de 365). Acredita-se que foram os Maias que inventaram as casas decimais e o valor zero. Desenvolveram uma escrita, com quase 1.000 caracteres (símbolos e desenhos). Utilizavam cerâmica e pedras para registrar informações, mas também desenvolveram uma espécie de papel. A base de sua economia era a agricultura e eram extremamente religiosos (politeístas – crença em vários deuses, todos ligados à natureza). Além de tudo, os conhecimentos em engenharia e arquitetura não ficavam para trás. As cidades Maias tinham avenidas, calçadas, palácios… Tudo milimetricamente planejado. 

  • Tour pelas ruínas

Tulum foi a última cidade que os maias habitaram e a única em frente ao mar. Escolheram o local porque tinha água doce (rios subterrâneos / cenotes) e comida em abundância. Acredita-se que viviam cerca de 20.000 maias ali. Morreram não só por guerras, mas também porque, quando os espanhóis chegavam, traziam alimentos diferentes (como queijos, por exemplo), e com isso novas bactérias. Tulum ficou abandonada por quase 300 anos e foi completamente tomada pela selva. O famoso “Castillo”, a maior das construções da antiga cidade, foi na verdade um farol (ele está exatamente alinhado com a única abertura na barreira de corais do mar em frente. Ou seja, marcava por onde os barcos deveriam passar para chegar em Tulum, sem se chocarem).

Assim que chegamos na bilheteria do local, nos foi oferecido um tour guiado por 60 pesos (+ 64 pesos, que é o preço do ingresso). Topamos porque ir a esses lugares sem guia é pedir para não entender nada – milhares de anos de história viram apenas pedrinhas empilhadas.

tulum castillo mexico

tulum castillo mexico

tulum castillo mexico

  • Nadar em frente ao Castillo – praia das ruínas

Quem entra no sítio arqueológico tem direito a ficar quanto tempo quiser na praia que está logo em frente. Achei a praia da zona hoteleira (acima) mais bonita (e mais vazia), mas aqui há um super diferencial: você pode fotografar o Castillo de DENTRO do mar! Belo spot!

Tours de snorkel ao redor da barreira de corais que fica em frente às ruínas também são oferecidos por lá.

Castillo visto do mar | foto: bugbog.com
Castillo visto do mar | foto: bugbog.com

*** Cenotes *** 

Acho os cenotes uma das coisas mais incíveis do México! No post de Cancún contei sobre minha experiência no Cenote Ik’Kil, pertinho de Chichén Itzá (clique aqui para ler e ver as fotos), mas nessa ida a Tulum foi a vez de conhecer o Cenote Dos Ojos, completamente diferente do primeiro!

cenotes o que sao

O Cenote Dos Ojos é um sistema de cavernas submersas. São cerca de 60km de extensão, o que faz do Dos Ojos uma das 10 mais longas cavernas submarinas do mundo. O nome foi dado devido ao formato do lugar, que parecem dois olhos conectados por rios subterrâneos. Fazer snorkel neste lugar foi uma das experiências mais incríveis da vida, porque era simplesmente diferente de TUDO o que já tinha visto: no lugar de peixinhos, morcegos. E no lugar de corais, estalactites. Tudo com uma visibilidade absurda!

Fizemos um tour de snorkel guiado (sem guia você ficará bem perdido e ainda não poderá entrar na Batcave). Pagamos 50 dólares por pessoa pelo passeio, que incluía as roupas de mergulho (água fria!!), equipamentos, colete salva vidas, pés de pato, lanternas e, claro, o guia. Há também este mesmo passeio em grupo, mas preferimos fazer particular para ficarmos mais à vontade. No começo pode até parecer caro, mas juro que vai valer a pena. Fechamos o tour lá na entrada do Dos Ojos mesmo! Para quem curte fazer scuba, mergulhar com cilindro nessas cavernas deve ser ainda mais fantástico.

cenote dos ojos tulum mexico

cenote dos ojos tulum mexico

cenote dos ojos tulum mexico

cenote dos ojos tulum mexico

cenote dos ojos tulum mexico
Entrando na caverna dos morcegos…
cenote dos ojos tulum mexico
Dentro da Caverna dos Morcegos

cenote dos ojos tulum mexico

cenote dos ojos tulum mexico

cenote dos ojos tulum mexico
O caminho que percorremos de snorkel

Além do Dos Ojos, nos arredores de Tulum há vááários outros cenotes. Os mais conhecidos: Cenote Azul e Gran Cenote.

*** Cozumel & Playa del Carmen ***

Pra quem não conhece Playa del Carmen e/ou Cozumel, recomendo fazer este passeio de 1 dia. Saia de Tulum de manhã bem cedinho, e dirija cerca de 1 hora até Playa del Carmen (60km). O porto de balsas exclusivas de passageiros que faz o trajeto Playa-Cozumel fica no “meião” de tudo, bem no bochicho da cidade (impossível não achar!). Coloque como destino no Waze “Passenger Ferry Playa del Carmen” e pare o carro em algum dos estacionamentos nos arredores.

Há 3 empresas de balsas que fazem o trajeto: Ultramar, Mexico Water Jets e Barcos Caribe. São todas bem parecidas, inclusive no preço – 160 pesos cada trecho. Portanto escolha a que melhor se encaixa a seu horário (é só chegar e comprar o ingresso – há balsas saindo a cada 30 minutos, ou até menos!!). A travessia leva em torno de 40 minutos.

Dica: todos tentarão te vender os tickets de ida e de volta de uma vez só (pelo mesmo preço que comprando separado). Recomendo que você compre SÓ A IDA e deixe para comprar a volta em Cozumel. Sem conhecer a cidade, você não sabe exatamente quanto tempo vai passar por lá, e como as balsas têm horários diferentes, se você já tiver comprado o ingresso de uma determinada empresa, vai ter que ficar esperando até o horário de saída dela. Compramos ida e volta de Barcos Caribe. Decidimos ir embora de Cozumel às 16h, mas a próxima balsa dessa empresa só sairia às 18h. Não queríamos ficar 2 horas esperando, né?! Então acabamos comprando um ticket da Ultramar para voltar. Perdemos dinheiro, pois não tem devolução.

  • Em Cozumel

Assim que desembarcar, alugue um jeep (ou outro carro, moto, quadriciclo… – fica a seu critério!!). Vão te oferecer o aluguel dentro da própria balsa, mais caro. Espere desembarcar! São dezenas de empresas ofertando a mesma cosia. Negocie bem. Nós pagamos 55 dólares pelo dia todo.

Em Cozumel a dica é: dirija sem rumo! Perca-se pelas praias lindas, pare onde der vontade!! Nós rodeamos toda a parte sul da ilha, passando por várias praias de águas calmas, pelo farol que fica lá na pontinha sul, e por praias com “ondões”… Tudo lindo e muito turquesa!

Recomendo parar em algum barzinho/beach club para comer, beber, fazer snorkel e passar o resto do dia. Minha dica é o SkyReef, que acabou de ser inaugurado. Instalações novinhas, ótima comida, bom atendimento e possibilidade de mergulhar de snorkel. Se não tiver os equipamentos, por 5 dólares é possível alugar. Aliás, Cozumel é famosíssimo pelo mergulho!! É vizinho do outro beach club famoso, Money Bar, que também é uma ótima opção caso o SkyReef esteja cheio. 😉

MAPA COZUMEL

cozumel
Centrinho de Cozumel – avenida principal
cozumel aluguel de jeep
Nosso jeep alugado!!! Olha esse mar…
cozumel mexico skyreef
Skyreef Cozumel
cozumel mexico skyreef
Skyreef Cozumel

cozumel mexico skyreef

cozumel skyreef
Snorkeling em Cozumel… Muita visibilidade!
cozumel skyreef
Drinks gigantes (e deliciosos) do SkyReef!
cozumel mexico skyreef
Dando a volta na ilha…

cozumel mexico skyreef

cozumel mexico skyreef

cozumel mexico skyreef

Assista um pouquinho do nosso passeio de jeep pela ilha:

  • Em Playa del Carmen

Voltando de Cozumel, ainda no fim da tarde, hora de aproveitar um pouco de Playa del Carmen! Caminhe pelo Paseo del Carmen, um shopping ao ar livre muito bonitinho que já começa logo no desembarque do ferry. Muitas lojas e cafés… Super agradável! Passeie também Quinta Avenida, ou simplesmente La Quinta, que é onde tudo acontece por lá. Vários restaurantes, bares, lojas, hotéis… E muitos turistas andando! A famosa vida noturna de Carmen cidade se passa justamente nos arredores desta avenida peatonal.

paseo del carmen
Capilla de Nuestra Señora del Carmen
paseo del carmen playa del carmen mexico
Lojinhas do Paseo del Carmen
paseo del carmen playa del carmen mexico
5a Avenida de Playa del Carmen
paseo del carmen playa del carmen mexico
5a Avenida de Playa del Carmen

Para comer, recomendo: 

. Yaxche | 5a Av. y Calle 22

Foi nosso escolhido para nosso jantar. Cozinha MAIA, algo que nunca tinha provado antes na vida. Provamos vários pratos diferentes (com nomes super temáticos) e os sabores eram realmente únicos. O ambiente do restaurante também é bem agradável.

paseo del carmen playa del carmen mexico

paseo del carmen playa del carmen mexico

paseo del carmen playa del carmen mexico

. La Vagabunda | 5a Av., entre Calle 24 y 26

Pra quem quer comer comida mexicana de verdade, o La Vagabunda foi o local mais bacana que encontrei. Não comemos lá, mas seria a refeição do dia seguinte caso tivéssemos ficado em Carmen mais um dia. 😉

paseo del carmen playa del carmen mexico

Pra quem quiser passar um dia inteiro em Carmen, curtindo a praia e a “atmosfera” beach-chic (hehe), vá para o famoso Mamita’s Beach Club, mas já aviso que não será muito barato conseguir uma caminha na areia. Outra opção é o Kool Beach Club, vizinho do Mamita’s.

///

E aí, gostou de Tulum, Cozumel e Playa del Carmen?

Eu adorei os 3 lugares, mas foi Tulum que ficou com meu coração!! A-m-e-i!!

*** ASSISTÊNCIA MÉDICA INTERNACIONAL ***

Já tem seguro de saúde internacional? Sempre fecho o meu pela REAL Seguros, que compara preços de diversas seguradoras. Já precisei usar uma vez, e deu tudo certo. Clique aqui para fazer uma cotação. Após compra online, a apólice chega por email em minutos.

Obrigada pela companhia em mais uma viagem.

Beijos, Lala Rebelo

. Siga-me no instagram @lalarebelo
. E curta minha página no facebook Lala Rebelo Travel Blog

roteiros personalizados viagem lala rebelo

Gostou de Tulum? Acho que também vai gostar de:

↑ Volver al inicio del post

Comentários