Ilhas ABC

CURAÇAO

Descobrindo os azuis do Caribe

Ah, Curaçao… Esse foi o destino que escolhi há mais de 1 ano para passar meu aniversário (01/11) e não poderia ter feito melhor escolha! Foram dias lindos com muuuito sol e azul turquesa.

 


Sobre o lugar

Confesso que mudei de opinião depois que fui a Curaçao. Pensava que seria muito parecido com Aruba (clique aqui para ler o post). Mas, apesar de já terem feito parte das Antilhas Holandesas e de serem vizinhas, as ilhas são beeem diferentes. As duas são maravilhosas, claro! Mas achei Curaçao ainda mais bonito, mais rústico… E Aruba tem muito mais estrutura, muito mais resorts, mais restaurantes e está mais preparada para o turismo. O que não quer dizer que Curaçao não esteja. São estilos diferentes, Aruba é mais american, Curaçao tem uma “personalidade” muito própria. Isso torna Aruba + Curaçao (juntos, na mesma viagem) um super destino para suas próximas férias. Não sei nem dizer qual amei mais… 🙂

As principais semelhanças são: o idioma falado (Papiamento: uma mistureba divertidíssima de português, holandês e outras coisas – clique aqui para ouvir), a moeda (Florin, mas todos aceitam dólares americanos e cartões de crédito) e as praias de areia branca e água azul turquesa.

Curaçao é o “C” das Ilhas ABC (Aruba, Bonaire e Curaçao),  que ficam pertinho do litoral da Venezuela. Com 160.000 habitantes, é a maior das 3. Estão fora da zona de furacões do Atlântico (entre julho e novembro). Ou seja, você pode ir em qualquer época do ano por causa disso e também por causa do clima (média anual de quase 30°C!). Perfeito!

Curaçao e Ilhas ABC no mapa (à esquerda de Curaçao está Aruba e à direita, Bonaire)

↑ Voltar ao começo do post


Como chegar / Onde ficar

<div class=”separa”><span> Vôos </span></div>

Para chegar em Curaçao, saindo do Brasil, você pode voar:

Brasileiros NÃO precisam de visto para entrar em Curaçao (nem carteira de vacina). Apenas passaporte válido e passagem de ida e volta.

Do avião já dá pra ter uma ideia da cor do mar que te espera...
Do avião já dá pra ter uma ideia da cor do mar que te espera…

<div class=”separa”><span> Aluguel de carro </span></div>

Em Curaçao é ESSENCIAL alugar um carro, pois não é aquele tipo de Caribe que você pode ficar dias na “praia do hotel” (como Punta Cana, por exemplo). A ilha é grande (tem praias a mais de 30 minutos de carro) e os lugares mais lindos, mais azuis, mais incríveis nem têm hotéis por perto.

A maioria dos hotéis tem sim praia em frente (a do Marriott, que fiquei, é bem bonita) mas nada que se compare às praias de Westpunt (vou contar aqui). Outros hotéis tem praias pequenas, “modificadas” pela engenharia. Claro que você pode ficar um dia curtindo a estrutura do hotel, mas já que você foi atééé lá, melhor conhecer tudo, né?!

Alugamos um Kia Picanto e custou 95 dólares (3 dias). Já na saída do aeroporto tem um galpão com todas as grandes locadoras (Avis, Budget, Hertz, Alamo, National etc.). Pegamos e devolvemos lá. Nós sempre alugamos o carro através da Rentalcars e funciona perfeitamente. Pesquise aqui.

Achei os caminhos beeem confusos em Curaçao! Mas ainda bem que o app Waze funciona lá (já o Google Maps, esqueça…)! Trace a rota com o WiFi do hotel antes de sair que, no caminho, mesmo sem internet, dá certo! Mas é bom ter SEMPRE um mapa dentro do carro (a Budget nos deu um).

Rumo às praias de Westpunt
Rumo às praias de Westpunt
Muito cuidado pra não atropelar as iguanas que cruzam o caminho... rs
Muito cuidado pra não atropelar as iguanas que cruzam o caminho… rs

<div class=”separa”><span> Hotéis </span></div>

Região: PISCADERA

Fiquei lá. Gostei bastante pois tem uma baita estrutura (a piscina é linda) e a sua praia é a “praia de hotel” mais bonita de Curaçao. É bem grande, areia branquinha… Mas ficamos apenas metade de um dia nela (pois como já falei, tem muita coisa legal para fazer “além do hotel”).

No geral, a localização é boa, pois fica no “meio” entre as praias do norte (Kenepa, Cas Abao, Porto Marie…) e as praias do sul (Jan Thiel, Seaquarium…), então não fica tão longe ir para qualquer uma delas de carro. Só que não há absolutamente nada para se fazer fora do hotel nessa região, nenhum restaurante, nada. Tem que ir pra Willemstad, a capital.

Não tinha café da manhã incluído e custava 20 dólares por pessoa. Mas no próprio hotel tem uma cafeteria no estilo Starbucks onde você pode comprar croissants e café por muito menos.

Reserve aqui.

MARRIOTT curacao hoteis dicas viagem 01

MARRIOTT curacao hoteis dicas viagem 02

Área de praia do Marriott
Área de praia do Marriott

MARRIOTT curacao hoteis dicas viagem 04

Fica ao lado do Marriott, então os comentários sobre a localização são exatamente os mesmos. Só achei a área de praia dele bem pequena e o edifício bem “caidão”, mas não o conheci por dentro.

Região: próximo a WILLEMSTAD

Se você vai pra Curaçao de lua de mel, esse hotel 5 estrelas é o lugar pra você ficar. Fomos jantar lá (recomendo!!!) e pude conhecer um pouquinho. Incrível! Os funcionários tem um cuidado absurdo com tudo… As instalações são lindas… Tenho a impressão de que lá você se sentirá um “hóspede especial” e não “mais um” como na maioria dos grandes resorts. Fica próximo a Willemstad, a capital, e das praias do “sul”, mas também não há nada nos arredores do hotel para se fazer a pé (apesar de estar bem pertinho de Punda, um dos bairros de Willemstad que vou comentar aqui). As diárias são bem carinhas… Mas na lua de mel pode, né?!

Reserve aqui.

foto: baoase.com
foto: baoase.com
Jacuzzi da Ocean Front Suite | foto: baoase.com
Jacuzzi da Ocean Front Suite | foto: baoase.com

Região: JAN THIEL

O que mais gostei nesse hotel foi a localização. Jan Thiel é uma região mais viva, mais moderninha e pouco conhecida pelos brasileiros (lotada de holandeses). Apesar da praia não ser tão linda como as do “norte”, amei o clima do lugar. Logo ao lado do hotel, vários restaurantes, beach clubs… A piscina com borda infinita é linda e o bar/restaurante é ótimo. Caso não se hospede no Papagayo, recomendo passar um dia lá (veja site do beach club). Quando for de novo pra Curaçao, quero ficar lá por causa da região (ou no Baoase pelo “requinte”, caso haja dim dim hahaha).

foto: papagayo-designhotel.com
foto: papagayo-designhotel.com
foto: papagayo-designhotel.com
foto: papagayo-designhotel.com

dicas de viagem onde ficar hotel curaçao caribe

↑ Voltar ao começo do post


Comes e Bebes

<div class=”separa”><span> Região: Willemstad – OTROBANDA </span></div>

Um forte construído em 1828 para proteger a cidade. Hoje faz parte do complexo do Renaissance Resort & Renaissance Mall. Dentro do forte existem várias lojas, bares e restaurantes. Indico o Salt & Pepper para um almoço bem casual/”sussa” (repare nos milhares de saleiros e pimenteiros diferentes na decoração do local), Bistro Le Clochard para uma refeição (almoço ou jantar) mais “fina”, com vista linda da baía, ou CRU Steakhouse & Wine Bar para comer uma bela carne (ambiente mais formal). Veja todas as opções de restaurantes no Rif Fort e Renaissance Mall aqui.

RIF FORT O QUE FAZER CURACAO DICAS RESTAURANTES VIAGEM 01

Li ótimas recomendações desse lugar mas acabamos não entrando. Reserve uma mesa na varanda para ter uma vista linda das casinhas coloridas que estão do outro lado do canal, em Punda, e prove as especialidades da cozinha local. Reserve pelo site ou pelo telefone (+5999) 462-5999.

Gouverneur de Rouville O QUE FAZER CURACAO DICAS RESTAURANTES VIAGEM 01

<div class=”separa”><span> Região: Willemstad – PUNDA e arredores </span></div>

Se você está pensando em um jantar romântico em Curaçao, o restaurante do Baoase Resort (esse super hotel que citei acima) é o lugar! Foi o escolhido para comemorar meu aniversário!! Pé na areia… Super comida, super vinhos, super atendimento. Os pratos estavam ótimos, mas a entradinha que pedimos foi sensacional: queijo de cabra com mel e geléia de beterraba no molho de redução de tomates e cravos (hum…. Fique com água na boca também clicando aqui para ver o menu). Reserve sua mesa ligando para (+5999) 461-1799, e se der, marque para o por do sol. 🙂 Não fica exatamente em Punda, mas é bem próximo.

foto: baoase.com
foto: baoase.com

BAOASE RESORT O QUE FAZER CURACAO DICAS RESTAURANTES VIAGEM 01

Meu prato: beef sirloin grelhado com purês de batata e cenoura e cebolas
Meu prato: beef sirloin grelhado com purês de batata e cenoura e cebolas
Prato do Ri: peixe-leão assado servido com repolho verde e risoto de cogumelos, com molho de lagosta e alcaparras
Prato do Ri: peixe-leão assado servido com repolho verde e risoto de cogumelos, com molho de lagosta e alcaparras

Esse restaurante pequenininho e muito divertido (adorei a decoração) fica em um bairro “colado” em Punda, chamado Pietermaai. Você também pode ir só para tomar drinks no bar. O menu é bem variado (nós provamos várias entradinhas) e tudo estava muito gostoso. Fomos sem reserva em uma segunda-feira a noite e estava praticamente lotado. Se não quiser chegar lá e ter que esperar, melhor reservar pelo site ou pelo telefone (+5999) 461-6767.

mundo bizarro O QUE FAZER CURACAO DICAS RESTAURANTES VIAGEM 04

mundo bizarro O QUE FAZER CURACAO DICAS RESTAURANTES VIAGEM 03

mundo bizarro O QUE FAZER CURACAO DICAS RESTAURANTES VIAGEM 02

<div class=”separa”><span> Região: JAN THIEL </span></div>

Essa é a região que falei que amei. 🙂 Um restaurantinho ao lado do outro, bares, beach clubs, espreguiçadeiras na areia…

Menu bem variado (massas, sanduíches, carnes, peixes…). Fomos um dia no BAR do Zest assistir ao por do sol (é imperdível!) e no outro dia tomamos café da manhã lá. É também clube de praia durante o dia, com espreguiçadeiras e serviço de garçom na areia.

BAR do Zest Mediterranean... Perfeito para o por do sol!
BAR do Zest Mediterranean… Perfeito para o por do sol!

ZEST jan thiel beach club curacao hoteis dicas viagem 04

Do mesmo grupo do Zest, Culinary Beach Restaurants, outros dois restaurantes que também ficam na praia de Jan Thiel: TINTO, de comida argentina, e Zanzibar, famoso pelas pizzas.

Jantamos um dia lá e adoramos (tanto a comida como o clima do lugar). Meu risoto de vinho tinto com mel estava delicioso. Fomos no domingo e tinha também um festival de sushi (claro que o Ri comeu isso! hehehe).

papagayo beach club restaurante jan thiel beach club curacao hoteis dicas viagem 04

Achamos um vinho AMARAL!!! (meu último sobrenome)
Achamos um vinho AMARAL!!! (meu último sobrenome)

papagayo beach club restaurante jan thiel beach club curacao hoteis dicas viagem 05

↑ Voltar ao começo do post


O que fazer / Roteiros

DURAÇÃO DO ROTEIRO
Fizemos em 3 dias e achei muito pouco. Minha sugestão abaixo é para 4 dias inteiros em Curaçao. E mesmo assim é considerando que você vai acordar cedo e aproveitar até o último minuto! Para os mais tranquilões, já reservem logo pelo menos 5 dias na ilha! 

<div class=”separa”><span> Dia 1 – Westpunt </span></div>

Comece o dia dirigindo rumo a Westpunt…

  • Kenepa Grandi & Kenepa Chiki

São duas praias uma ao lado da outra: a grande (chamada também de Grote Knip ou Playa Abou) e a pequena (Kleine Knip). Fomos apenas na grande e só passamos pela menorzinha. Sério, Kenepa Grandi tira qualquer um do sério!!! Achei a praia mais linda e mais azul de Curaçao. É pública (ou seja, você não precisa pagar para entrar. É… Curaçao tem muitas praias pagas.) e não tem NADA de estrutura. Leve cangas para esticar na areia e garrafinhas d’água. Como é pública, enche mais que as outras, principalmente nos fins de semana. Por isso indico chegar bem cedinho. Ficamos meio dia lá! Amei, amei, amei!!!

Kenepa Grandi Curacao o que fazer dicas viagem praias 01

Kenepa Grandi Curacao o que fazer dicas viagem praias 02

Kenepa Grandi Curacao o que fazer dicas viagem praias 03

Kenepa Grandi Curacao o que fazer dicas viagem praias 04

Kenepa Grandi Curacao o que fazer dicas viagem praias 05

Logo depois de Kenepa, passamos por uma praia que se chamava Playa Jeremi só pra dar uma olhadinha… Bem bonita (dica da Poliana Carvalho).

Playa Jeremi Curacao o que fazer dicas viagem praias 01

Vá “descendo” de Kenepa rumo ao sul da ilha e pare em Cas Abao Beach. A entrada parece até a de um condomínio.

Pagamos 12 Florins (uns US$6) para entrar na praia (o guarda disse que nos cobraria 10 se a gente soubesse quem era o palhaço do Brasil. Citamos vários nomes errados e por fim ele nos disse que era o Tiririca!! haha! Vê se pode…) + as espreguiçadeiras. A estrutura que eles oferecem é bem básica. Cadeiras/espreguiçadeiras tem de sobra, duríssimo é achar lugar com sombra. A praia é bem grande e bem linda. Tem também um barzinho onde compramos nosso “almoço” (lanchinhos de praia) e bebidas.

Cas Abao Beach Curacao o que fazer dicas viagem praias 01

Cas Abao Beach Curacao o que fazer dicas viagem praias 02

Cas Abao Beach Curacao o que fazer dicas viagem praias 03

Acho que o nosso almoço acabou atraindo as iguanas, que foram descendo das pedras e encheram a praia! HAHAHA. Melhor comer lá no bar mesmo e não na areia. Aliás, em Curaçao, iguana é como se fosse pomba. Em poucos dias na ilha, você verá centenas delas!

Cas Abao Beach IGUANAS Curacao o que fazer dicas viagem praias 04

<div class=”separa”><span> Dia 2 – Playa Porto Mari & Willemstad </span></div>

Das praias do “norte”, achei Porto Mari a com melhor estrutura. É bem bem linda também e o mar é de um azul maravilhoso. Foi o lugar que mais gostei de fazer snorkel, pois tem um arrecife duplo de coral. Muita gente faz mergulho de cilindro saindo desta praia. A entrada é paga (US$2,50 por pessoa e US$3,50 o aluguel da cadeira) e o bar tem petiscos. Chegue cedo.

Playa Porto Mari Beach Curacao o que fazer dicas viagem praias 01

Playa Porto Mari Beach Curacao o que fazer dicas viagem praias 02

Playa Porto Mari Beach Curacao o que fazer dicas viagem praias 03

Playa Porto Mari Beach Curacao o que fazer dicas viagem praias 04

Playa Porto Mari Beach Curacao o que fazer dicas viagem praias 05

Playa Porto Mari Beach Curacao o que fazer dicas viagem praias 06

No caminho de volta da praia você vai passar por dois lugares legais:

Se você está procurando um souvenir lindo pra levar pra casa, é o que não falta neste lugar, que é o ateliê da artista local Nena Sanchez que pinta quadros coloridíssimos.

Galeria Nena Sanchez Curacao o que fazer dicas viagem 01

  • Flamingos na Salina Jan Kok

Logo depois da galeria da Nena Sanchez, próximo a Willibrordus, há uma salina onde é possível avistar dezenas de flamingos quase que de perto. Demos uma rápida passada.

Flamingos na Salina Jan Kok Curacao o que fazer dicas viagem praias 01

Pare seu carro próximo ao Renaissance Mall e vá caminhando a pé.

Willemstad é a capital de Curaçao e o “centrinho” (a parte turística) está dividido em duas regiões: OTROBANDA e PUNDA. Elas estão separadas por um canal e ligadas por uma ponte peatonal (a ponte para carros, que é altíssima por sinal, fica mais atrás). Essa ponte exclusiva para pedrestres, de madeira, às vezes está “recolhida” para a passagem de grandes navios. Quando isso acontece, barquinhos fazem a travessia gratuitamente.

– OTROBANDA
“Outro lado” em Papiamento. Era a parte mais pobre (onde viviam os escravos) mas hoje, graças ao novo porto que foi construído para receber cruzeiros g-i-g-a-n-t-e-s-c-o-s, ao Renaissance HotelRenaissance Mall e à restauração do Rif Fort, a região está cada vez mais viva. É de Otrobanda e também da ponte peatonal que cruza o canal que você tirará as fotos mais bonitas com as famosas casinhas coloridas holandesas ao fundo (elas ficam em Punda).

– PUNDA
É o lado mais antigo, mais desenvolvido e mais rico (onde viviam as pessoas com posses no passado). É onde estão as casinhas coloridas holandesas, cartão postal de Curaçao.

Caminhe um pouco pelas duas regiões. Mas melhor que seja de DIA.

Se está querendo fazer compras (muitas marcas internacionais, jóias, relógios… Tudo livre de impostos), aproveite! Mas, ATENÇÃO: fomos em um domingo e como não chegariam cruzeiros naquele dia, NENHUMA loja estava aberta. Nos contaram que tanto o shopping do Renaissance como as lojas de rua de Punda (logo depois que você atravessa a ponte e “se enfia” pelas ruas, você verá lojas e mais lojas legais), só abrem quando chegam cruzeiros, mesmo que seja dia de semana. Estava tudo MORTÍSSIMO! Nenhuma alma. Melhor se informar antes de ir. Pois acabamos tendo que voltar em outro dia pra ver o lugar mais animado.

Willemstad PUNDA e OTROBANDA casinhas coloridas dicas de viagem o que fazer Curaçao 01

Willemstad PUNDA e OTROBANDA casinhas coloridas dicas de viagem o que fazer Curaçao 02

Ponte aberta para passagem de navios
Ponte aberta para passagem de navios
Ponte já "em seu devido lugar" para ir de Otrobanda a Punda
Ponte já “em seu devido lugar” para ir de Otrobanda a Punda

Willemstad PUNDA e OTROBANDA casinhas coloridas dicas de viagem o que fazer Curaçao 05

Willemstad PUNDA e OTROBANDA casinhas coloridas dicas de viagem o que fazer Curaçao 06 mapa

<div class=”separa”><span> Dia 3 – Jan Thiel & Mambo Beach </span></div>

Hora de conhecer as praias do “sul”.

A idéia desse dia é chegar bem cedo em Jan Thiel para curtir a praia, almoçar por lá e ir a tarde para Mambo Beach ver o por do sol. Mas você também pode fazer exatamente o contrário, pois Mambo Beach também é demais para passar o dia e o por do sol em Jan Thiel também é de tirar o fôlego. Your choice! 😉

  • Jan Thiel & Papagayo Beach

As duas estão lado a lado. Essa é a região que já falei acima que adorei. Chegue cedo e escolha algum dos beach clubs para se acomodar (Papagayo, Zest, Tinto ou Zanzibar). Nós escolhemos ficar no Zest porque a parte de praia logo em frente era a mais bonita. Pagamos 20 dólares por duas super camas, duas toalhas e uma garrafa d’água. Achei que compensou pois o lugar era super legal. Tem serviço de garçom na areia e a comida é bem gostosa.

As praias do “sul” não são tão lindas como as do “norte”. Tem algo de artificial, mas mesmo assim, é azul e calminha. O que gostei mesmo foi a estrutura (tanto de Jan Thiel como de Mambo Beach/Seaquarium). É outro esquema… Lounge music, ambiente moderninho, restaurantes legais.

Em Jan Thiel (ao lado do Papagayo Beach Club) há um centro de mergulho (scuba), Curaçao Water Sports, com saídas dali mesmo da praia. Custou 75 dólares incluindo o aluguel de roupas e equipamentos (tudo novinho! A gente levou máscara, snorkel e nadadeira, mas nem isso precisava pois eles também tinham e já estava no preço). A barreira de coral é bem legal e o mergulho vai até 18m.

ZEST beach club jan thiel Curacao o que fazer dicas viagem praias 02

ZEST beach club jan thiel Curacao o que fazer dicas viagem praias 01

ZEST beach club jan thiel Curacao o que fazer dicas viagem praias 03

ZEST beach club jan thiel Curacao o que fazer dicas viagem praias 04

MERGULHO cilindro scuba Papagayo beach club jan thiel Curacao o que fazer dicas viagem praias 01

MERGULHO cilindro scuba Papagayo beach club jan thiel Curacao o que fazer dicas viagem praias 02

  • Seaquarium Beach (também conhecida como Mambo Beach

Seaquarium Beach é o nome da praia mas ela acabou ficando conhecida por sua principal e mais famosa “barraca”, a Mambo Beach. Achei um lugar super legal. A praia em frente é bem bonita e o lugar tem uma ótima estrutura, com piscina e tudo. Tomamos apenas um drink lá para assistir ao por do sol (uau!!!) mas eu com certeza passaria um dia todo naquela região.

Chama-se Seaquarium porque, lógico, o aquário de Curaçao está lá (olhando para o mar, à sua esquerda). Clique aqui para ver todas as atividades do parque, que incluem encontros com leões marinhos, show de golfinhos etc.

Na extensão dessa praia, que é beeeem comprida, existem várias “barracas” legais. Entre elas, está a Cabana Beach, que é mais badalada (tem DJ e mais agito).

MAMBO BEACH club seaquarium cabana Curacao o que fazer dicas viagem praias 01

MAMBO BEACH club seaquarium cabana Curacao o que fazer dicas viagem praias 02

MAMBO BEACH club seaquarium cabana Curacao o que fazer dicas viagem praias 03

MAMBO BEACH club seaquarium cabana Curacao o que fazer dicas viagem praias 04

MAMBO BEACH club seaquarium cabana Curacao o que fazer dicas viagem praias 05

MAMBO BEACH club seaquarium cabana Curacao o que fazer dicas viagem praias 06

<div class=”separa”><span> Dia 4 – Hotel e/ou Atividades Extras </span></div>

Bom, 3 dias foi corridíssimo pra fazer tudo. E ainda tem várias coisas legais “extras” que você pode conhecer além das praias acima e de Willemstad. Por isso é melhor ficar 4 dias ou até mesmo 5.

  • Curtir o hotel

Já que estamos pagando, né?! hehehe. Passe um dia (ou meio dia) curtindo a piscina, a praia, faça massagem etc etc. Tudo o que você tiver direito!!!

Pra quem é louco por golfinhos como eu (mas acabei não indo…), em Curaçao você pode ir além do “encontro”. Reserve um mergulho de snorkel ou até mesmo de cilindro em mar aberto (para quem tem carteirinha PADI) com os golfinhos. Imagine a emoção!! A Dolphin Academy fica na Seaquarium Beach.

foto: touracao.com
foto: touracao.com
  • Scuba Diving

Para quem gosta de mergulhar, Curaçao é O LUGAR (assim como Bonaire, a ilha vizinha). Então já que você está lá, melhor não perder a oportunidade. Já falei anteriormente, mas indico a empresa Curaçao Water Sports que tem base em Papagayo Beach (ao lado de Jan Thiel) e em Cabanas Beach (ao lado de Mambo Beach)

  • Klein Curaçao

Uma ilha desabitada chamada “Pequena Curaçao” (pequena mesmo, com 1,7km2 de extensão), que fica a 1h30 de barco. Não fui mas pelas fotos que vi valeria muito a pena passar o dia lá, pois o lugar parece ser ainda mais lindo que Curaçao (como!?!?!?). Algumas empresas que fazem esse passeio (clique no nome para acessar o site): Mermaid Boat Trips, Yellow Tourism Solutions e Bounty Adventures. Acredito que você pode reservar lá mesmo, com a ajuda do seu hotel. Pelo menos no Marriott tinha um balcão só pra isso.

foto: panoramio.com
foto: panoramio.com
  • Passeio de barco ao redor da ilha e snorkel no Tugboat

Faça um passeio de barco privado bordeando a ilha e também parando para conhecer o Tugboat. É um barco afundado que está a 6m de profundidade. Alguns fazem de scuba mas também dá para ver de snorkel. A Curaçao Water Sports faz esse passeio de barco, saindo da Cabana Beach, mas há muitas outras opções de passeios para ir ver o Tugboat.

foto: marinevideo.eu
foto: marinevideo.eu
  • Esportes náuticos

Se você gosta de passear de kayak, stand up paddle, jet ski… Curaçao tem empresas alugando isso por todas as praias. Mas em Jan Thiel é possível fazer o FlyBoard, sabe?! Aquele jato que faz a pessoa atingir até uns 10m acima da água!

Turquesometro-curacao5b

<div class=”separa”><span> Dicas Extras </span></div>
  • Leve REPELENTE. Curaçao tem muuuuito mosquito. A tardezinha e a noite é impossível não ser picado!! Lembre-se da Chikungunya (doença viral parecida com a dengue) que está “em alta” no Caribe.
  • Supérfluo total: leve uma bóia dessas bem baratinhas e fáceis de encher. Como o mar é sempre tão calminho, é uma delícia ficar flutuando sobre o azul turquesa! rs.
  • Mantenha seu carro sempre ABASTECIDO. Pois algumas praias são bem longe e não há NENHUM posto por perto. Passamos um aperto voltando de Kenepa.
  • Se na volta você for para o aeroporto com fome, coma ANTES de embarcar. Pois lá dentro existem apenas duas opções de restaurantes, que além de ter péssimos lanches são CARÍSSIMOS. Juro, paguei 14 dólares em um hambúrguer menor que a palma da minha mão. Já fora, perto da área do check-in, há alguns restaurantes conhecidos, de rede.
  • Aumente sua viagem e já conheça ARUBA E CURAÇAO de uma só vez. A Copa Airlines e a Avianca fazem vôos para as duas ilhas e você pode voar de uma para a outra de Insel Air. O vôo custa em torno de 100 dólares e demora apenas 40 minutos. Leia o post da minha viagem a Aruba aqui. Você vai se apaixonar!
  • Se tiver ainda bastante tempo, que tal conhecer de uma vez o “B” das Ilhas ABC, Bonaire?! O forte da ilha é o mergulho. A Insel Air também faz vôos de Curaçao e Aruba para lá.

Veja abaixo o mapa de Curaçao com todos os pontos de interesse que citei aqui (hotéis, praias, restaurantes, beach clubs, aeroporto…). Para ver diretamente no Google Maps, clique aqui.

MAPA CURACAO PRAIAS DICAS O QUE VISITAR

Gostou de Curaçao? Eu A-M-E-I! To cada vez mais encantada por essas Ilhas ABC! 😉

E pra fechar, aqueeeele por do sol de arrepiar!

por do sol CURACAO mambo beach dicas viagem

Um beijo,
Lala Rebelo

↑ Voltar ao começo do post

Comentários