América Central

Dicas da Cidade do Panamá

Além da Conexão

<Atualizado em 08/06/2016>

Meu primeiro post do blog é sobre PANAMA CITY, a cidade que estou vivendo agora (e AMANDO). Muita gente não sabe o que encontrar por aqui. Algumas pessoas imaginam praias bonitas, outros imaginam o Canal do Panamá (claro!), o chapéu… Alguns chamam esta cidade de “mini Miami”, outros de “Dubai das Américas” (por causa dos arranha-céus e dos ótimos preços para fazer compras), e tem gente que também acha que aqui não tem NADA! rsrs. Um suuuuper engano. E vou te mostrar como aqui tem sim MUITA coisa! 🙂

Como o Panamá anda super em foco ultimamente e acaba sendo passagem de muita gente que vai do Brasil ao Caribe ou aos Estados Unidos, decidi caprichar ainda mais no post. Por que não ir além da conexão e conhecer melhor um país cheio de atrações incríveis?!


Sobre o lugar

O Panamá é um pequeno país na América Central. Aliás, todos os países da América Central são pequenininhos. Fica entre o Oceano Pacífico e Oceano Atlântico, e faz fronteira terrestre com a Costa Rica e com a Colômbia.

A capital, Cidade do Panamá, está nas margens do Pacífico (mas é muuuito fácil “cruzar” o país – cerca de 1 ou 2 horas de viagem – e chegar ao lado do Atlântico/Caribe).

mapa panama dicas de viagem blog lalarebelo

A população do país é de aproximadamente 4 milhões de habitantes, sendo que 1,5 milhão está na capital (região metropolitana). O idioma aqui é o espanhol, apesar de que há tantos estrangeiros que você vai acabar ouvindo um pouco de tudo. Principalmente inglês, que é misturado nas frases quando um panamenho está falando: Algo bacana? – “qué cool!” / Alguém bonito? – “qué priti!” (de “pretty”)… 🙂

A moeda oficial se chama Balboa (PAB) mas é equivalente ao Dólar Americano (USD) e o “dinheiro” em circulação é o mesmo dos Estados Unidos – as verdinhas. Nem existe notas de Balboa impressas, apenas moedas.

Tanto tem se falado no Panamá e motivo é o que não falta: é hoje uma das economias mais estáveis da América e seu PIB se duplicou de 2003 a 2009. A economia do país se baseia em serviços financeiros, turismo e, claro, logística (viva o Canal do Panamá!).

Muita gente nem imagina que Panama City é moderna, cheia de prédios altíssimos (muitos têm mais de 60 andares!!), avenidas largas, shoppings… Curioso é o contraste disso tudo com a parte mais antiga, bagunçada, caótica e mais pobre. Algo comum em grandes cidades, principalmente na América Latina.

QUANDO IR?

O clima é tropical, as temperaturas são altas e não variam muito (média anual de 30ºC), porém CHOVE MUITO. Por isso recomendo que a sua visita seja feita na época mais seca, que vai de dezembro a abril (isso não significa que não vai chover nunca… Mas sim que as chances são beeeeem menores.).

Sol vs. Chuva na Cinta Costera, Cidade do Panamá
Sol vs. Chuva na Cinta Costera, Cidade do Panamá

QUADRO CHEGUE SABENDO PANAMA

QUADRO ACERTE NA ROUPA PANAMA

↑ Voltar ao começo do post


Como chegar / Onde ficar

VÔOS

É o jeito mais fácil de chegar na Cidade do Panamá (PTY) pois existem vôos diretos saindo de São Paulo, Campinas, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte, Recife, Porto Alegre e Manaus.

A viagem dura de 6 a 7 horas (saindo de Manaus são apenas 4h) e não é necessário visto para entrar no país, apenas passaporte válido. Muita gente pega estes vôos da Copa para ir a vários destinos no Caribe ou USA, mas acaba não saindo do aeroporto na conexão.

Minha dica é que você estique seu tempo no Panamá (você não pagará extras por isso, apenas novas taxas de embarque) para conhecer a capital. E se tiver mais tempo disponível, aqui há tantas praias lindas pra você visitar, que o Panamá será pra você muito mais do que uma escala nas suas férias, e sim o destino final! 😉

Outra opção para chegar na Cidade do Panamá é voando Avianca, saindo de São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre, com rápida conexão em Bogotá (~6h + 1h30 de vôo).  

HOTÉIS

A melhor região para se hospedar na Cidade do Panamá é nas proximidades da Avenida Balboa ou nos arredores do shopping Multiplaza Pacific. Você estará mais perto de restaurantes, lojas, bares… E terá fácil acesso aos pontos turísticos.

O Casco Viejo (zona histórica) também é uma região muito bacana porque é onde fica parte do “agito” panamenho (super restaurantes, barzinhos e hotéis boutiques, além de ser uma das atrações que você vai visitar). 

Super moderno, cheio de ótimos restaurantes, bares e as melhores baladas. Pra mim, o melhor hotel para se hospedar aqui. Também é muito bem localizado. Tem acesso por passarela a um casino que fica em frente e a um shopping meio sem graça (Multicentro), mas a alguns minutos de taxi dos outros melhores!

fotos: hrhpanamamegapolis.com
fotos: hrhpanamamegapolis.com

Melhor custo-benefício, impossível! Fica pertinho do shopping Multiplaza Pacific (walking distance) em uma região bem legal. O hotel é novinho (construído em 2013) e super moderno e bonito.

fotos: ramada.com
fotos: ramada.com

Uma excelente opção para se hospedar na cidade. Novíssimo!!! O hotel por si só já é uma atração, cheio de restaurantes excelentes e um casino no térreo. Eu que moro no Panamá e nunca me hospedei no hotel, sempre vou ao Sortis para comer em algum dos restaurantes de lá! 🙂

fotos: sortishotel.com
fotos: sortishotel.com

Outras ótimas opções na parte moderna da cidade:

  • Radisson Decapolis Hotel Panama City – ao lado do Hard Rock Hotel só que com preços um pouco mais baixos.
  • Trump Ocean Club Panamá – super hotel (giganteeeesco) em Punta Pacífica, com vários restaurantes, bares, serviços, e uma vista animal. De seu píer partem as balsas para Isla Contadora (e outras praias).
  • Courtyard by Marriott – dentro do shopping Multiplaza Pacific (no estacionamento). Hotel mais velhão (precisa de uma reforma! Mas é OK.). Ideal pra quem não tem muito tempo na cidade e quer muito fazer umas comprinhas.
  • Hilton Panamá – acabou de ser inaugurado (2015) e fica muito bem localizado, na Av. Balboa, pertinho de restaurantes e shopping. Tem também um casino dentro.

Se quiser muito ficar no Casco Viejo, minhas dicas são:

  • Tantalo – além de hotel é restaurante e bar (um dos mais agitados da cidade). Portanto, o ambiente não é calminho, mas é bem cool.
  • Casa Nuratti – vizinho do Tantalo. Bar Gatto Blanco no rooftop e restaurante delicioso Gatto Negro no térreo. Opção agitadinha, como Tantalo.
  • Hotel Casa Panamá – hotel novinho no Casco Viejo, que tem uma piscininha gostosa no rooftop (assim como um bar, o Lazotea). Tem também um restaurante muito bom no térreo, o Santa Rita. 
  • American Trade Hotel – hotel boutique liiiindo e super luxuoso, estilão antigo. Amei!

Vai fazer uma conexão no Panamá e precisa de um hotel perto do aeroporto?

Ambos trabalham com vans que buscam e levam hóspedes no aeroporto.

dicas de viagem onde ficar hotel cidade do panama city PTY

↑ Voltar ao começo do post


Comes e Bebes

Hoje em dia, sair pra comer e beber no Panamá é tudo de bom! A cada dia surge uma nova opção de restaurante com comida deliciosa e conceito/decoração bacana.

RESTAURANTES

[Estabelecimentos no CASCO VIEJO]

Uma das melhores opções para jantar no Casco Viejo. O menu é bem amplo (tem carnes, frutos do mar, massas…) com um toque de criatividade. E a decoração é um charme a parte – toda moderna e divertida. Boa música também!

Processed with VSCOcam with m5 preset

DCIM100GOPROG0130860.

Este restaurante é ótimo (menu bem variado. Especialidades: bacalhau e filé ao molho de mostarda) mas a ida só valerá a pena se você reservar uma mesa na parte de fora, ao lado das ruínas, no histórico Arco Chato, com vista para as casinhas coloniais coloridas. Como faz muito calor, melhor ir no jantar e usar uma roupa bem fresquinha. 

Restaurante Mostaza no Casco Viejo | foto: blog.myvr.com
Restaurante Mostaza no Casco Viejo | foto: blog.myvr.com
Jantando na parte de fora do Mostaza, em frente ao Arco Chato
Jantando na parte de fora do Mostaza, em frente ao Arco Chato

Para comer comida tradicional panamenha (patacones, chicharrón, sancocho, arroz com frango, mariscos e peixes…) e assistir shows de danças típicas. Super turístico, mas se pra você é importante conhecer um pouco do que é de fato a cultura panamenha, vá! Diablicos é o nome do personagem folclórico do Panamá.

foto: panamadiablicos.com
foto: panamadiablicos.com

Atualização em 12/06/2016

Um bar/restaurante recém-inaugurado no rooftop do Hotel Casa Panamá, no Casco Viejo. Tem vistas lindas do mar e do skyline da cidade. Cozinha internacional, com pratos locais e também tapas, ideal para aperitivos (veja menu aqui). Para reservar sua mesa, escreva para geral@restaurantelazotea.com ou ligue para +507 303-0994.

Restaurante Lazotea - Hotel Casa Panamá - Casco Viejo | foto: divulgação
Restaurante Lazotea – Hotel Casa Panamá – Casco Viejo | foto: divulgação
Vista do mar e do skyline da Cidade do Panamá no Restaurante Lazotea, no Casco Viejo | foto: divulgação
Vista do mar e do skyline da Cidade do Panamá no Restaurante Lazotea, no Casco Viejo | foto: divulgação

Restaurante que fica no térreo do Hotel Casa Panamá (mesmo local do Lazotea) que foi um verdadeiro achado. Comida excelente, da entradinha à sobremesa, com preços MUITO BONS. O menu é um mix de espanhol com argentino. Prepare-se para comer deliciosas carnes e linguiças. As croquetas de jamón de aperitivo e o flan do final estavam divinos!

restaurante-santa-rita-hotel-casa-panama-casco-viejo

restaurante-santa-rita-hotel-casa-panama-casco-viejo-2

[Estabelecimentos na “CIDADE MODERNA”]

Esse restaurante que inaugurou recentemente está super em alta aqui. E com motivo! A comida é muito boa (ótimas massas e carnes), com destaque especial para as sobremesas. Comemos um chocolate chip cookie quente com sorvete de baunilha que estava DIVINO! Além do restaurante ser bem bonitinho por dentro, tem uma bela vista da cidade e está localizado no 6º andar de um prédio todo modernoso, projetado pelo arquiteto Philippe Starck (Yoo Panama). Melhor reservar pelo site/aplicativo Degusta (clique aqui), pois anda bem cheio. O Yoo fica ao lado do Hilton, na Avenida Balboa.

Entrada do Yoo Panamá | foto: yoo.com
Entrada do Yoo Panamá | foto: yoo.com
Vista do restaurante
Vista do restaurante

Processed with VSCOcam with f2 preset

Processed with VSCOcam with f2 preset

Processed with VSCOcam with f2 preset

foto: degustapanama.com
foto: degustapanama.com

Excelente restaurante de carnes que fica dentro do Hard Rock Hotel. O local é muito bonito, sem falar que você também pode dar uma passeada pelo hotel e conhecer o bar/balada no último andar! Se bater aquela vontade de comer uma carninha, já sabe… 🙂 O restaurante SOY, de comida asiática, também dentro do hotel e vizinho do Tauro, é EXCELENTE.

Atualização em 17/02/2016

Da última vez que fui ao Tauro não achei mais tão bom… Estava meio “caído”. Agora o SOY, o restaurante vizinho, no Hard Rock Hotel, de comida asiática/fusion, continua MARAAAAA. Reserve aqui.

BARES & BALADAS

Já mencionei o Tantalo ali em cima como indicação de hotel no Casco Viejo. Além de hotel, é restaurante no térreo (comidinhas para compartilhar) e um bar bem animado no rooftop (área aberta, com vista da cidade moderna e da zona histórica). É o que há de mais agitado e gostoso no quesito bar hoje em dia aqui no Panamá. Chegue cedo se puder (fim de tarde).

Tantalo - restaurante no térreo
Tantalo – restaurante no térreo
Tantalo - rooftop bar
Tantalo – rooftop bar

DCIM100GOPROG0110833.

Acaba sendo uma opção quando o Tantalo está lotado (são vizinhos). É menorzinho mas não menos gostoso! No térreo está um restaurante muito bom chamado Gatto Negro, e no edifício funciona também um hotel (Casa Nuratti).

GATTO BLANCO ROOFTOP BAR RESTAURANTE CASCO VIEJO PANAMA

  • Hard Rock Hotel 

Não sabe qual é a boa do dia?! Vá ao Hard Rock Hotel… Lá estão diversos bares e discotecas (BITS, no terraço, com super vista, Bling, Stage, entre outros). Alguma coisa estará bombando!! 🙂

Esse barzinho é minha mais recente descoberta. UAU!!!! Que vista! Fica no 66º andar da Trump Tower (que é um edifício hotel, residencial e cassino), tem uma piscina absuuuuuurdamente linda, um ambiente gostoso e uma vista TOP (claro, né?!). Imperdível! Lugar lindo para assistir ao por do sol. O cardápio é só de aperitivos, mas há o restaurante Panaviera ao lado, mais formal.

Atenção! A entrada ao Panaviera é pelo Ocean Sun Casino, e não pelo hotel (estão lado a lado).

Panaviera-Trump-Hotel-Pool-Bar-Restaurant-Panama_0586

Panaviera-Trump-Hotel-Pool-Bar-Restaurant-Panama_0562

Panaviera-Trump-Hotel-Pool-Bar-Restaurant-Panama_0615

Panaviera-Trump-Hotel-Pool-Bar-Restaurant-Panama_0628

Panaviera-Trump-Hotel-Pool-Bar-Restaurant-Panama_0623

Panaviera-Trump-Hotel-Pool-Bar-Restaurant-Panama_0618

Barzinho delícia super bem localizado no meio da Avenida Balboa (Cinta Costera), com uma vista linda da cidade e dos seus altos edifícios! Fica no rooftop de um centro comercial chamado Balboa Boutiques (mas não tão alto como o Panaviera hehehe – tem 3 andares) . Os aperitivos são bem gostosinhos. Ambiente bacana!

Bar/Baladinha que está bombando agora no Panamá! 

O Lazotea que coloquei acima na parte de restaurante, também é um barzinho gostoso para tomar uns drinks. Ambiente aberto, com uma vista linda!

↑ Voltar ao começo do post


O que fazer / Roteiros

2 DIAS NA CIDADE DO PANAMÁ + praias

[Dia 1]
Canal, Causeway & Casco Viejo

Comece o dia pelo “ponto turístico” do país mais famoso mundo afora. O Canal, inaugurado em 1914 (recentemente foi comemorado seu centenário), com aproximadamente 70km de extensão, existe para ligar o Oceano Atlântico ao Oceano Pacífico. Antes dele existir, os navios que precisavam transitar entre os dois oceanos precisavam contornar a América do Sul (quase 15 mil km!).

A construção do Canal foi iniciada pela França em 1881, porém a obra foi abandonada por problemas de engenharia e alta taxa de mortalidade dos trabalhadores. Os Estados Unidos assumiu o posto em 1904 e demorou uma década para concluir. Foi criada uma “Zona do Canal”, que pertencia aos Estados Unidos (LITERALMENTE! Como se fosse um país dentro de outro país, e os panamenhos não podiam transitar livremente nesta zona).

Em 1977, após a assinatura de um acordo (e após muitas brigas também!), os EUA passaram o controle da passagem ao Panamá. Após um período de administração conjunta, o canal foi finalmente assumido pelo governo panamenho em 1999. Super recente!

Hoje boa parte do PIB do país vem dos ganhos com as passagens de navios no Canal. Assistir àqueles navios gigantescos atravessando de um lado ao outro, passando pelas esclusas (a que você pode ir visitar no lado do Pacífico é chamada de Miraflores), é simplesmente FANTÁSTICO. Não dá nem pra acreditar que toda essa inteligência em engenharia foi construída há mais de 100 anos!

Na visita ao Canal, além de assistir ao vivo a passagem dos navios, assista também ao filme 3D e vá ao Museu. Ambos são muito bem feitos e super informativos. Para entender melhor o funcionamento do Canal do Panamá, assista a este vídeo:

foto: visitcanaldepanama.com
foto: visitcanaldepanama.com

É um caminho que leva a 3 pequenas ilhas, bem próximas à cidade. Este caminho foi construído com as rochas que foram escavadas na construção do Canal do Panamá. Nestas ilhas, você pode passear de bicicleta, carrinho de golf e comer muito bem (tem ótimos restaurantes com vista para o mar, para a cidade e para a marina – para frutos do mar, recomendo o Bucaneros // se gostar de comida árabe, experimente ir ao Beirut), e tem também um DUTY FREE SHOP lá na pontinha. Não esqueça de levar seu passaporte para poder entrar e comprar.

Causeway de Amador - Puente de Las Américas ao fundo
Causeway de Amador – Puente de Las Américas ao fundo

Também no Causeway, acabou de ser inaugurado o Biomuseo, um museu que conta como o surgimento do Panamá impactou a biodiversidade do planeta, além de outras galerias temporárias. A visita (ou ao menos o “passar em frente”) vale mesmo é pelo edifício do museu. É o único na América Latina projetado pelo famoso arquiteto Frank Gehry. Eu achei muito bonito, todo colorido!

Edifício do Biomuseo | foto: nytimes.com
Edifício do Biomuseo | foto: nytimes.com

Depois de ter falado sobre tantos restaurantes, bares e hotéis neste lugar, chegou a hora de explicá-lo melhor! É a minha zona preferida na Cidade do Panamá.

Tantas ruelas, casinhas lindas e coloridas, imóveis charmosos… Apenas caminhe sem direção. Pare para um café em um restaurantinho pitoresco com mesinhas na rua/calçada/praça, ou tome um vinho ou drink em um bar com vista para a cidade moderna.

Aprecie as cores dos imóveis históricos, igrejas e prédios do governo desta zona que é considerada Patrimônio Histórico pela UNESCO. Aqui é o lugar para você comprar seu chapéu Panamá, heim!? 🙂  

Eu AMO o Casco! É um verdadeiro contraste: super restaurantes, hotéis modernos em prédios super antigos… E muitas famílias ainda vivendo em cortiços. Demais.

casco viejo antiguo panama dicas o que fazer
Vista do Casco Viejo

casco viejo antiguo panama 08

DCIM100GOPROG0080804.
Iglesia de Santo Domingo e Arco Chato (em frente ao restaurante Mostaza)
Catedral Metropolitana

casco viejo antiguo panama 03

DCIM100GOPROG0020748.

casco viejo antiguo panama 07

casco viejo antiguo panama 05
Em frente a Iglesia de San Francisco

>> Minha dica para este dia é: ir para o Canal do Panamá de manhã bem cedo, almoçar no Causeway de Amador (e ir ao Biomuseu, se quiser) e, no fim de tarde, passear no Casco Viejo e jantar/tomar uma cerveja por lá!

Se você gosta deste tipo de turismo e se facilitar, aqui no Panamá você também vai encontrar daqueles ônibus de turismo vermelhinhos, que você pode sair e voltar quando quer: City Sightseeing Hop On Hop Off.

[Dia 2]
Cinta Costera & Shopping 

  • Cinta Costera

A ideia para este dia é acordar mais cedo e fazer uma caminhada pela cinta costera, que é um estreito parque que fica às margens do mar, bordeando a Avenida Balboa. Parte deste parque (Cinta Costera III – viaduto para carros com pista exclusiva para pedestres e bicicletas) fica sobre o mar, contornando o Casco Viejo. De lá você terá vistas belíssimas! 

Se preferir, faça o passeio de bicicleta (aos domingos de manhã é possível alugar bikes gratuitamente por 2 horas, bem em frente ao hotel Hilton. Basta levar um documento com foto). Melhor que seja cedo porque no Panamá faz um calorão!

Caminhando na Cinta sentido Casco Viejo você passará pelo Mercado de Mariscos.

Cinta Costera, sentido Punta Paitilla | foto: Leo Leiner
Cinta Costera, sentido Punta Paitilla | foto: Leo Leiner
Cinta Costera, sentido Casco Viejo | foto: Leo Leiner
Vista dos arranha-céus da Av. Balboa pelo Parque Mirador del Pacífico, em Punta Paitilla (uma das pontinhas da Cinta Costera)

  • Comprinhas no shopping

Panamá tem precinho quaaaase de Estados Unidos (geralmente, 10% mais caro). Mesmo com o dólar nas alturas, tem coisa que ainda vale a pena comprar aqui, como alguns eletrônicos, cosméticos e roupas de marcas estrangeiras. De todos os shoppings da cidade, recomendo três, com perfis bem diferentes:

– Multiplaza Pacific – o mais completo na minha opinião, porque tem lojas super acessíveis até as mais luxuosas e caras e ainda é o de mais fácil acesso, em uma região central da cidade (San Francisco / Punta Pacífica). O ambiente é agradável, e ainda tem bons restaurantes de rede como P.F. Chang’s, Benihana, entre outros. Por isso, quando o turista tem tempo de ir a apenas um shopping, eu sempre recomendo o Multiplaza.

SOHO Mall – o mais luxuoso do Panamá, com muitas lojas de grife. Se você quer comprar algo de marcas como Chanel, Dior, Valentino etc. este é o lugar. Vale também apenas para passear. É um shopping pequeno. Amo comer na Ladurée de lá (hummmm… macarons diretamente de Paris!!) e no restaurante de massas Ciao Bella. 

– Albrook Mall – o maior do Panamá (realmente é gigantesco!! Quando preciso ir lá, olho antes onde fica a loja para ser certeira e já estacionar no local mais próximo). E eles tem tanto orgulho de serem “os maiores” que até fizeram esta lista aqui de curiosidades (uma delas: “se você passar 10 minutos em cada loja do Albrook, levará 56 horas para percorrer todo o shopping”). É mais popular, com lojas para todos os bolsos, divididos por “zonas” que estão nomeadas com nomes de animais (pasillo del elefante, pasillo del delfín…). Recomendo ir na parte da manhã, pois costuma encher muito. Nos fins de semana fica impossível! Tem até um hotel lá dentro pra facilitar pra quem vem ao Panamá com foco em compras: Tryp Hotel.

Um assunto que sempre vem à tona quando se fala em Panamá:

– Zona Libre de Colón – como diz o nome, fica na cidade de Colón, na outra ponta do Canal do Panamá, às margens do Atlântico/Caribe, a 70km da capital. A viagem de carro dura cerca de 50 minutos, pois a estrada é ótima. É a maior zona franca da América e a 2ª maior do mundo. A cidade não é nada bonita e não há nada de atrativo por lá além das compras (e dos cruzeiros com rotas pelo Caribe que saem do porto de Colón). Eu, sinceramente, acho que nem as compras valem tanto a pena, pois não é suuuuuuper mais barato do que na Cidade do Panamá, o lugar não é lindo, e você tem que tirar praticamente um dia inteiro só pra isso. Se você planeja comprar MUITA COISA (as lojas até entregam no seu país e a maioria vende só por atacado), aí sim vale a visita. O correto é não poder sair de lá com o que você comprou, e se sair, pagar todo o imposto. As lojas é que têm que te entregar no seu endereço ou lá fora… Maaaaas dá pra dar um jeitinho. Ou seja, a zona é mesmo uma zona. A Zona Libre é uma área fechada, que só estrangeiros entram (não esqueça do passaporte, heim?!). Veja aqui a lista de marcas que estão lá dentro.

foto: travelreportmx.com
foto: travelreportmx.com

Como chegar:

. Carro/taxi: combine com algum taxista indicado por seu hotel para te levar, te esperar lá e te trazer de volta. É o meio mais caro mas, com certeza, o mais confortável. Se precisar de alguma recomendação, por favor, me pergunte aqui nos comentários. Você também pode alugar um carro e ir por conta própria.

. Ônibus: saem a cada 30 minutos (até às 22h) do terminal rodoviário em Albrook. O trajeto de volta Colón-Panama City também sai a cada 30 minutos do terminal que fica na Calle 14/Av. Bolívar (com exceção dos domingos). Cada trecho custa apenas US$2.50. Apesar do terminal ser próximo da Zona Libre, melhor pegar um taxi.

. Trem: existe uma linha histórica, Panama Canal Railway, que faz o trecho bordeando o Canal do Panamá. Algumas partes do caminho são bem bonitas (em outras não se vê muita coisa) e o trem é todo pomposo! Sai de Panama City de segunda a sexta às 7:15 da manhã (chegue na estação às 6:15 e compre a passagem na hora, que custa US$25 cada trecho). Chegando em Colón, pegue um taxi para a Zona Libre. O trem da volta sai às 17:15.

panama canal railway trem colon zona libre compras dicas o que fazer 02

panama canal railway trem colon zona libre compras dicas o que fazer 03

 [Praias]

Chegamos a uma das melhores partes! Não vale vir ao Panamá, na “boca” do Caribe, e não curtir pelo menos um diazinho na praia, né?! Na capital mesmo, apesar de ser toda bordeada pelo Oceano Pacífico, não tem praia. O jeito mesmo é pegar um carro e ir conhecer!

Um dos meus lugares preferidos no mundo. Imagine ter uma ilha para quase cada dia do ano (são 360!! E pertencem aos índios Kuna), com areia branquinha, coqueiros e rodeadas de água azul turquesa do Mar do Caribe. Já escrevi sobre San Blás aqui no blog (clique aqui para ler o post) e pra mim não existe a possibilidade de alguém vir ao Panamá e não conhecer um pouquinho desse paraíso! Seja para passar apenas o dia, caso não tenha muito tempo, ou para dormir 1 noite em uma cabaninha em uma ilha deserta. Esqueça luxo, restaurantes, estrutura… San Blás é pé na areia e natureza pura!

panama san blas praias o que fazer como chegar dicas

  • Praias do Pacífico 

Se não quiser enfrentar a estrada para chegar a San Blás nem a rusticidade do lugar, vá a alguma praia do Oceano Pacífico. A estrada é excelente e os hotéis são enormes (baita estrutura). Algumas praias são bonitas, mas geralmente a água não é clarinha e a areia é mais marrom. Recomendo 2 hotéis:

– The Westin Playa Bonita

A praia é OK (não é tããão boniiita como diz seu nome), mas o atrativo desse lugar é sua proximidade com a capital (apenas 15 minutinhos de carro – comodidade total!) e a estrutura do hotel. 

– Sheraton Bijao

Um pouquinho mais longe do que o Westin Playa Bonita (113km), mas aqui já vale mesmo é pela beleza da praia (Santa Clara Beach). Apesar de ser Pacífico, a areia é branquinha. Adorei! 🙂

sheraton bijao panama o que fazer dicas praias santa clara 02

[Em breve post sobre as praias do Pacífico no Panamá. Aguardem!] 

E ainda tem (clique para ler os posts):

Isla Contadora
. Bocas del Toro
. Pedasí & Playa Venao
. Portobelo
. San Blas a bordo de um veleiro
… e mais!

São dois oceanos bordeando um país com 75.500 km2. Ou seja, é praia pra todos os gostos!! Espero que tenha gostado da “minha” nova cidade. Viu só como vale a pena sair do aeroporto e conhecer o super país que é o Panamá?!

Comece logo a planejar sua vinda! 😉

<div class=”separa”><span> ASSISTÊNCIA MÉDICA INTERNACIONAL </span></div>

Já tem seguro de saúde internacional? Sempre fecho o meu pela REAL Seguros, que compara preços de diversas seguradoras. Já precisei usar uma vez, e deu tudo certo. Clique aqui para fazer uma cotação. Após compra online, a apólice chega por email em minutos. 

Beijos, Lala Rebelo

↑ Voltar ao começo do post

Comentários