Fim de semana

Bogotá, Colômbia

Turismo & Gastronomia

“Colombia es pasión”. E como diz o slogan do país, é mesmo! Voltei de Bogotá bem apaixonada e encantada. A cidade é linda, arborizada, o clima é gostoso (fazia um friozinho…) e as pessoas são EXTREMAMENTE gentis. Tem trânsito dos brabos também! rs! Mas nada que estragará seu passeio de um fim de semana.

A cidade oferece bastante atração turística, mas o que achei de melhor em Bogotá foi a tal da “cena gastronômica”. Nunca vi na América Latina uma outra cidade que concentrasse tantas opções de restaurantes estrelados e barzinhos deliciosos (ok, ok… Lima e Buenos Aires também têm essa “vibe” de que estou falando!!).


Sobre o lugar

A capital colombiana está a 2640 metros acima do mar. Ou seja, ALTO. Para os que moram perto da praia e sofrem com a altitude (o famoso soroche – dor de cabeça, falta de ar, tonturas…): ande devagar e tome bastante água! Bogotá tem um clima bem ameno o ano todo, com temperatura entre 10ºC e 25ºC (ameno?! A cuiabana aqui diria BEM frio! hahaha).

Bogotá fica bem no centro da Colômbia e é a maior cidade do país, com população de aproximadamente 7,5 milhões habitantes, sendo a 4ª cidade mais populosa da América do Sul.

00 BOGOTA MAPA

LABEL DINHEIRO

Moeda – Peso Colombiano (COP) 

A moeda colombiana é uma daquelas com números enoooormes, cheios de zeros, que confundem a gente. 1 REAL é mais ou menos igual a 833 PESOS COLOMBIANOS.

Sei que não é exato, mas pra facilitar a conta de cabeça no dia a dia e na pressa, considerava R$1 = 1.000 (quase mil, rs). Aí fica mais fácil saber quanto custam as coisas. Foi num restaurante e a conta veio 25.000 pesos? Pronto, um pouco mais que 25 reais! 🙂 Mas se você quiser fazer a conta certinha, acesse este site aqui.

LABEL COMO SE LOCOMOVER

A forma mais fácil de se locomover em Bogotá é de taxi. Mas não é nada recomendado pegar taxis aleatórios na rua. 

Algumas pessoas tinham nos falado mas achamos que era frescura (rs!), e na primeira oportunidade fomos trapaceados. O dinheiro lá é cheio de zeros e quem não está acostumado com a “cara” das notas é fácil se confundir. Nosso trajeto tinha dado 18.000 pesos. Demos uma nota de 20.000 (COM CERTEZA ABSOLUTA) e de repente o taxista à la Mister M estava com uma nota de 2.000 na mão dizendo que a gente se confundiu. Tentamos discutir… Mas o que poderíamos fazer? Estávamos em uma rua vazia com um taxista ladrão (e maior que o Hulk, por sinal). Pagamos o que “faltava” e saímos do taxi, com toda a certeza de que fomos roubados pelo pilantra. Triste!

Peça para seu hotel chamar um taxi (pode ser dos brancos, mais caros, ou dos amarelos tradicionais mesmo). Dois aplicativos que funcionam MUITO bem em Bogotá são: Easy Taxi (para chamar taxis comuns) e UBER. Vale a pena fazer o download e usar “sem dó” na cidade. Depois que “aprendemos a lição” (rs) só usamos os esses dois apps.

Outra opção é alugar um carro. Todas as locadoras conhecidas estão na cidade (Avis, Budget, Hertz etc.). Nós sempre alugamos o carro através da Rentalcars e funciona perfeitamente. Pesquise aqui.

Bogotá não tem metrô, mas o serviço de ônibus da cidade funciona bem, com corredores exclusivos. Chama-se TRANSMILENIO. Saiba mais aqui.

↑ Voltar ao começo do post


Como chegar / Onde ficar

LABEL VOOS

O jeito mais fácil de chegar em Bogotá é pegando um vôo direto Brasil-Colômbia (aprox. 6h de vôo). As empresas que oferecem vôos diretos são:

Mas você também pode chegar em Bogotá fazendo apenas 1 escala/conexão, voando de:

Brasileiros não precisam de visto para entrar na Colômbia. 

LABEL HOTEIS

[REGIÃO: PARQUE DE LA 93]

Se você está procurando um hotel que ofereça uma ótima relação custo-benefício (bota ótima nisso!), o Exe é o lugar. O hotel é novíssimo, decoração super moderna, quarto de tamanho bom, café da manhã incluído (e gostoso), wi-fi grátis e pagamos algo em torno de 60 dólares a diária. O que é extremamente barato para um hotel deste nível. O que não sei é se estava barato assim porque tinha acabado de ser inaugurado (julho/14) e talvez suba de preço depois. Reservamos pelo booking.com.

Pontos positivos: tudo o que falei acima! Fica numa região bacana, segura (bairro Chicó Norte), e super próximo ao Parque 93 (pra ir a pé), um parque que tem dezenas de restaurantes legais e bares em sua volta, é o bairro da moda.

Pontos negativos: pra quem quer fazer turismo, ele fica bem longinho do centro histórico, museus e do bairro da Candelária (mas também não indico ficar hospedado na Candelária não). Vai um bom tempo de taxi, cerca de 25 minutos sem trânsito. Apesar de estar a poucos minutos a pé do Parque 93, região cheia de restaurantes bacanas, para ir comer em outras zonas gastronômicas famosas também é preciso ir de taxi. Zona T/Zona Rosa: 10 minutos sem trânsito / Zona G: 15 minutos sem trânsito (mas lembre-se que Bogotá tem bastante trânsito normalmente. É quase como São Paulo).

Reserve aqui.

01 hotel exe bacata 95 - parque de la 93 - bogota colombia - dicas de viagem
Lobby e restaurante

03 hotel exe bacata 95 - parque de la 93 - bogota colombia - dicas de viagem

02 hotel exe bacata 95 - parque de la 93 - bogota colombia - dicas de viagem
Café da manhã
04 hotel exe bacata 95 - parque de la 93 - bogota colombia - dicas de viagem
Piscina no rooftop

Se a sua intenção é viajar pra Bogotá justamente para curtir os excelentes restaurantes, barzinhos e passear tranquilamente (bem New York-style), indico ficar nas zonas gastronômicas da cidade (Zona T ou Zona G). 

[REGIÃO: ZONA T / ZONA ROSA]

A Zona T é formada por duas ruas exclusivas para pedestres (que formam o desenho de um T), dentro da Zona Rosa (delimitada pelas Carreras 11 e 15 & Calles 80 e 85). Um lugar com a vida noturna agitada, cheia de restaurantes, barzinhos, baladas, shoppings e super lojas de rua. Acho que seria uma delícia ficar hospedada por lá, para estar a poucos passos de onde “tudo acontece”.

Apesar de ser um hotel clássico em Bogotá (bem antigão), as diárias nos fins de semana ficam em torno de 120 dólares. E a localização é SUPER (colado no centro comercial onde está uma filial do famoso restaurante Andrés Carne de Res, o Andrés DC).

foto: booking.com
foto: booking.com

[REGIÃO: ZONA G]

O G do nome é de Zona Gourmet (ou Gastronômica), área delimitada pelas Kr 7 e Kr 4 & Calles 68 e 74 (Kr = Carrera / entenda mais aqui). O que esperar desse lugar? Eu simplesmente A-D-O-R-E-I. É onde estão concentrados os melhores restaurantes de Bogotá (e acredite que Bogotá tem restaurantes entre os melhores do mundo). Acho que é uma região bacana pra se hospedar também porque fica no “meio do caminho”, entre a Zona T e o centro histórico.

Só precisei passar na frente desse hotel pra ficar com vontade de me hospedar lá na próxima ida a Bogotá. Super localização, na Kr 5 com a Calle 74, bem perto de todo o “burburinho” da Zona G (não precisa nem atravessar a rua para estar nos melhores restaurantes da cidade). O edifício é uma gracinha, todo em tijolinho à vista, com jeitão de casa inglesa (mas não conheci o interior). Reserve pelo booking.com.

foto: hoteis.com.br
foto: hoteis.com.br

Fica em uma avenida grande e movimentada (a Kr 7, uma das principais da região). Casa Medina é um hotel boutique & spa 5 estrelas clássico em Bogotá, localizado em um casarão histórico. Meu marido já se hospedou lá há muito tempo em uma viagem a trabalho, quando ainda nem era bandeira Four Seasons, e disse que, se a viagem for por uma razão especial, vale muito a pena! Barato não é nem um pouco, mas que é lindíssimo e muito charmoso, isso é!!

fotos: fourseasons.com
fotos: fourseasons.com

dicas de viagem onde ficar hotel bogota colombia

↑ Voltar ao começo do post


Comes e Bebes

Prepare-se para viver uma EXPERIÊNCIA. E é esse de fato o nome do menu principal deste restaurante (são apenas 2: “the experience” e “the visitor”). Claro que escolhemos o primeiro, mais completo (15 pratos). Quem acha que em restaurantes assim, com menu degustação, come-se pouco, pode mudar de opinião. No El Cielo, com o menu “The Experience”, você vai comer bastaaaante (os pratos são grandes, e quando você acha que está acabando, ainda vem mais, muito mais! rs).

Comandado pelo chef Juan Manuel Barrientos, com unidades em Medellín e Bogotá, El Cielo está entre os 50 melhores restaurantes da América Latina. Como ele mesmo se define, é um “restaurante de cozinha criativa (ou de autor) baseada nas raízes da cozinha colombiana, com uso de técnicas de cozinha tradicional e de vanguarda, e com o estudo da neurociência para criar experiências que estimulam os sentidos e despertam emoções.”. Juan Manuel foi inspirado por restaurantes como El Bulli e Arzak, ambos na Espanha. E ENTRE os pratos, acontece de tudo: experiências sensoriais como leite de rosas nas mãos, nitrogênio líquido perfumado (um fumaceiro!!) etc. Muito divertido! Mas como disse, as “experiências sensoriais” são ENTRE pratos mesmo. Ou seja, a comida é comida de verdade (nada de salmão carvãozinho estilo Mago da Cozinha do Fantástico rs!). E muito gostosa (além de apresentações belíssimas). Comemos carne, porco, frango, peixe, camarão, sopa… De tudo! E + 3 sobremesas. Quem tiver alguma restrição alimentar, só avisar que eles adaptam sem problemas.

O menu completo custa cerca de 65 dólares por pessoa (sem bebidas), o que achei MUITO justo para o nível de restaurante que é o El Cielo (confirme se o valor continua este mesmo + próximo a data da sua viagem, porque essas coisas costumam mudar com frequência). Precisa reservar enviando um email para elcielo@elcielococinacreativa.com ou ligando +57 1 703 55 85. Enjoy!

01 El Cielo - restaurantes de Bogota Colombia - onde comer dicas de viagem

02 El Cielo - restaurantes de Bogota Colombia - onde comer dicas de viagem

03 El Cielo - restaurantes de Bogota Colombia - onde comer dicas de viagem
No meio do fumaceiro de nitrogênio líquido perfumado

04 El Cielo - restaurantes de Bogota Colombia - onde comer dicas de viagem

Eleito o melhor restaurante da Colômbia e 19º da América Latina (na lista Latin America’s 50 Best Restaurants 2014). O restaurante dos irmãos Rausch (Jorge e Mark) é de culinária francesa ao estilo colombiano. O lugar, também na Zona G (ah, essa Zona G…), tem estilo formal e o menu é de dar água na boca. Assim como as fotos dos pratos!! Como só estive por um fim de semana em Bogotá, não consegui ir (acabei escolhendo o El Cielo por ser mais diferente), mas coooom certeza o Criterion é o número 1 da minha lista para a próxima ida a Colômbia, pois só ouvi falar bem. Me disseram que o Brunch (aos domingos de 9h às 13h) é INCRÍVEL. Para o brunch, almoço ou jantar, precisa de reserva: +57 1 310 13 77 / 314 293 41 92.

Os Hermanos Raush possuem outros restaurantes TOP  em Bogotá e mais informais, que você também pode conhecer: Bistronomy by Rausch (Zona G: Calle 70A # 6-37 // Usaquén: Kr 6 # 119-24) e R. Rausch (Zona T: Centro Comercial Andino).

05 CRITERION hermanos Rausch - restaurantes de Bogota Colombia - onde comer dicas de viagem
Sobremesa do Criterion | foto: site do restaurante

Sem dúvidas, o Andrés Carne de Res é o restaurante mais LOUCO que já fui na vida. Que lugar bizarro (no bom sentido)! Eu, como marketeira e publicitária, só posso dizer uma coisa: esse cara é um GÊNIO! Decidimos ir ao Andrés original, aberto desde 1982, que fica na cidade de Chía (30km de Bogotá), e fui completamente surpreendida. O lugar é ENORME (você não imagina que aquilo, a 30km da capital, possa encher. E como enche… LOTA!), o cardápio é gigante também (tem cerca de 20 páginas – veja aqui), só com prato delícia. Quando você vê um lugar tão grande e tão “temático”, você não acha que a comida terá tanta qualidade. Um engano. A comida é tão tão gostosa, que o Andrés está também na lista dos 50 melhores restaurantes da América Latina. Pedimos um lomo al trapo (especialidade da casa) e uma porção de baby papa criolla. Hum…. Me deu água na boca escrevendo. A decoração do lugar é uma atração a parte: lotado do chão ao teto (literalmente) com objetos espalhafatosos. Parece que tudo que via pela frente, Andrés pendurava no seu restaurante.

Além de ser um ótimo restaurante, Andrés também funciona como bar (os drinks são ótimos) e como balada/boate (ou como dizem os colombianos, RUMBA!). Pra sentar, melhor reservar. Pode ser pelo site do restaurante ou ligando para (571) 863-7880 / 861-2233. Mas, mesmo com reserva, eles não garaaaantem garaaantem sua mesa (nem que ela seja em um lugar bacana), portanto CHEGUE CEDO, por volta das 19h para garantir.

Como fica longinho de Bogotá, o ideal é você ter um carro alugado com GPS para chegar (caminho bem fácil). Porém, tome cuidado com a bebida! As punições para motoristas embriagados na Colômbia são bem severas (apreensão do carro, multas altíssimas de quase metade do valor do veículo…). Por isso, lá é bem comum o uso de “anjos” (serviço de motorista que volta dirigindo seu próprio carro). Até mesmo o Andrés oferece esse serviço (veja anúncio abaixo). Se achar mais fácil ir e voltar de taxi, custará algo em torno de 70.000 pesos (+ou- 70 reais) cada trecho. Mas JURO que sua experiência será inesquecível e compensará todos os “gastos com locomoção”.

06 Andres Carne de Res CHIA - restaurantes de Bogota Colombia - onde comer dicas de viagem

07 Andres Carne de Res CHIA - restaurantes de Bogota Colombia - onde comer dicas de viagem

08 Andres Carne de Res CHIA - restaurantes de Bogota Colombia - onde comer dicas de viagem

09 Andres Carne de Res CHIA - restaurantes de Bogota Colombia - onde comer dicas de viagem

10 Andres Carne de Res CHIA - restaurantes de Bogota Colombia - onde comer dicas de viagem

11 Andres Carne de Res CHIA - restaurantes de Bogota Colombia - onde comer dicas de viagem

Assista ao video abaixo da “rumba” no Andrés Carne de Res:

Recentemente, o Andrés abriu outras unidades do seu restaurante (veja aqui). O Andrés D.C., que fica bem no coração da Zona T / Zona Rosa (aquela região gastronômica animada de Bogotá que falei acima), no Centro Comercial El Retiro (Calle 82 # 11-75). O conceito do lugar também é super original: o prédio tem 4 andares divididos em inferno, terra, purgatório e céu. A “rumba” lá também bomba, principalmente nos fins de semana. Se quiser curtir uma balada animada, vá na 6ª ou sábado a noite!

Não fica exatamente na Zona G, mas bem pertinho. Nos recomendaram MUITO esse bar/restaurante moderno de cozinha francesa. O ambiente é descolado e a música muito boa (tem dias com música ao vivo). Pra conseguir mesa para jantar, tem que reservar (+57 1 212 5709). Tentamos reservar com 1 dia de antecedência para uma sexta-feira e não conseguimos. Mas para curtir o barzinho, é só chegar!

12 Bandido Bistro Zona G - restaurantes de Bogota Colombia - onde comer dicas de viagem

A BBC é um clááássico. “La cervecería pequeña más grande de Bogotá”, diz o slogan. Os pubs da marca de cerveja local estão por todos os lados (Zona T, Parque 93, Usaquén, La Candelaria e muito mais). Encontre a mais próxima aqui. Os barzinhos têm ambiente agradável, as cervejas são bem gostosas e você pode acompanhá-las com diversos aperitivos (salsichas alemães, empanadas, costelinha…). Ótima pedida para um fim de tarde!

13 Bogota Beer Company Parque de La 93 - restaurantes de Bogota Colombia - onde comer dicas de viagem
Bogotá Beer Company do Parque de La 93 (próx. ao nosso hotel Exe Bacatá)

14 Bogota Beer Company Parque de La 93 - restaurantes de Bogota Colombia - onde comer dicas de viagem

↑ Voltar ao começo do post


O que fazer / Roteiros

ROTEIRO SUGERIDO
Duração: um fim de semana completo

00 LABEL dia 1

  • Jantar na Zona G

Reserve um jantar em alguns dos restaurantes da Zona G indicados aqui (El CieloCriterion, El Bandido, Bistronomy…) e depois (ou antes) passeie tranquilamente pela região. Pra começar bem a viagem!

00 LABEL dia 2

Pegue um taxi e vá direto para o Cerro de Monserrate, de onde é ideal começar o turismo pela cidade (pelo lugar mais alto, pra ir descendo :D). O morro está a 3.152m de altura e de lá você terá uma vista linda da cidade. Além de poder visitar o Santuário de Monserrate, um importante centro religioso e de peregrinação que fica lá em cima. Para subir, você pode ir de teleférico, funicular ou caminhando (com aquela altitude, eu não consideraria esta opção! hehehe). Fomos de funicular porque a fila era mais rápida. As tarifas estão no site (que por sinal, é muito bonitinho e completo). Em dias de semana e aos sábados, o Monserrate está aberto desde às 7h.

01 Cerro de monserrate - turismo em bogota - dicas de viagem colombia
Esquerda: bilheteria do Monserrate / Direita: dentro do funicular

02 Cerro de monserrate - turismo em bogota - dicas de viagem colombia

Vá caminhando até o Museu do Ouro, que fica no Parque Santander (esquina Kr 6ª y Calle 16). Você vai conhecer a história do ouro e outros metais e verá peças belíssimas. Pegamos o audio tour (ao lado da bilheteria) para entender melhor e gostamos muito. Indico!

03 Museo del oro - turismo em bogota - dicas de viagem colombia

Em frente ao Museu do Ouro tem uma feirinha/galeria de artesanato bem legal, onde você pode comprar lembranças, pingentinhos com as peças do museu, enfeites para casa e peças com a famosa esmeralda colombiana.

05 Museo del oro - turismo em bogota - dicas de viagem colombia

  • Almoço no Hotel de La Opera

A esta hora você já estará faminto!! Saia do Museu do Ouro e vá caminhando (10 min a pé, pela Carrera 6 + Carrera 5) até este hotel bem bonito que fica no bairro da Candelaria (centro histórico), o Hotel de La Opera (Calle 10 No. 5-72, Calle del Coliseo). O restaurante se chama La Scala, tem um menu bem amplo (comemos pratos de massa e estava gostoso) e o ambiente tranquilo.

06 Hotel de La Opera Centro Candelaria - turismo em bogota - dicas de viagem colombia

  • OBLEAS pelas ruas da Candelaria

Pule a sobremesa do restaurante, pois você tem que provar as famosas obleas colombianas. São dois discos de wafer recheados com arequipe (doce de leite local). Pode também ser recheada com leite condensado, queijo, frutas… Delícia! Encontramos um carrinho já quase em frente ao Hotel de La Opera, mas por toda a Candelaria você irá topar com essa delícia latina.

07 OBLEAS Centro Candelaria - turismo em bogota - dicas de viagem colombia

08 OBLEAS Centro Candelaria - turismo em bogota - dicas de viagem colombia
Toda feliz com minha Oblea – não sei o que é mais redondo: a Oblea ou a minha cara! hahaha

 

  • Plaza Bolívar

Em poucos passos você estará nessa praça que reúne a Catedral Primada de Colombia, o Palácio de Justiça, o Capitólio Nacional e o Palácio Liévano (sede da prefeitura de Bogotá). E no meio da praça, a estátua em bronze do General Simón Bolívar.

09 PLAZA BOLIVAR Centro Candelaria - turismo em bogota - dicas de viagem colombia
Catedral Primada de Colombia, na Plaza Bolívar

10 PLAZA BOLIVAR Centro Candelaria - turismo em bogota - dicas de viagem colombia

Vá caminhando pela Calle 11 (a que passa pela lateral da catedral), passando pelo Centro Cultural García Márquez, Casa de La Moneda e chegue ao Museo Botero.

  • Museo Botero

O museu possui 123 obras do pintor colombiano Fernando Botero e 85 de artistas internacionais (Dalí, Miró, Degas, Matisse…). Aos sábados, fica aberto até às 19h.

11 MUSEO BOTERO Centro Candelaria - turismo em bogota - dicas de viagem colombia

Depois, passeie tranquilamente pelo bairro histórico de La Candelaria. A Iglesia de La Candelaria fica bem pertinho do Museo Botero.

12 Centro Candelaria - turismo em bogota - dicas de viagem colombia
Bairro da Candelária (Calle 11) com Iglesa de La Candelaria ao fundo

 

Passeando pelas ruas, fiquei encantada com uma igreja de estilo gótico chamada Iglesia Nuestra Señora del Carmen (Carrera 5 No. 8-36). Parece um pirulito de Natal gigante (hahaha) algo meio Candy Crush misturado com “Onde está Wally?” (desculpem-me pela minha imaginação fértil).

13 Iglesia Nuestra Señora del Carmen - Centro Candelaria - turismo em bogota - dicas de viagem colombia
Iglesia de Nuestra Señora del Carmen, em La Candelaria
14 Iglesia Nuestra Señora del Carmen - Centro Candelaria - turismo em bogota - dicas de viagem colombia
Foto linda de Pedro Szekely (Flickr / pedrosz)
15 turismo em bogota - dicas de viagem colombia
Rota a pé traçada pelo Google Maps, começando por Monserrate (direita) e indo até o Bairro da Candelária

 

  • Tome uma cervejinha na Bogotá Beer Company

Pra terminar a tarde, SE DER TEMPO, pare em algum dos pubs da BBC (veja aqui o mais perto do seu caminho) e tome uma cerveja artesanal. 🙂

  • Jantar na Zona T

Como já disse mais em cima, a Zona T é uma das regiões mais badaladas da cidade, cheia de restaurantes legais, barzinhos e baladas. E sábado é o dia mais animado!

00 LABEL dia 3

A programação do domingo será muito mais fácil se você tiver um carro à disposição.

  • Feirinha de Usaquén

Usaquén é um bairro ao norte de Bogotá (já fica no seu caminho para Zipaquirá/Chia), conhecido por seus edifícios coloniais, restaurantes e por sua feirinha que acontece aos domingos (ótima para comprar artesanato, antiguidades e delícias locais, ou mesmo só para passear). Usaquén era um povoado indígena que acabou sendo incluído na cidade. Um lugar muito gostoso para caminhar na manhã de domingo e almoçar (almoce ceeedo ou vai atrasar sua visita à Catedral de Sal).

O bairro é cheio de restaurantes legais. Indico o de comida francesa Bistronomy (Carrera 6 No. 119-24), a hamburgueria El Corral (Calle 119B No 5-86), que está por todos os lados de Bogotá, tem mais que Mc Donald’s! Ou a rede colombiana de creperias Crepes & Waffles. Em Usaquén tem também um pub da Bogotá Beer Company (Carrera 6 No. 119-24) que abre para almoço, caso você não tenha conseguido conhecer no sábado! Conheça mais de Usaquén neste site: usaquengourmet.com.

16 Usaquen - feira domingo - turismo em bogota - dicas de viagem colombia
Pelas ruas de Usaquén | foto: viagensinvisiveis.com.br
16 Usaquen restaurante bistronomy - feira domingo - turismo em bogota - dicas de viagem colombia
Restaurante Bistronomy de Usaquén | foto: bistronomybyrausch.com

Chegamos no ponto mais alto da viagem! Um lugar impressionante, de arrepiar. Consegue imaginar uma catedral inteirinha escavada dentro de uma mina de sal?! A catedral, que é a maravilha número 1 da Colômbia, fica na cidade de Zipaquirá, que está a mais ou menos 50km de Bogotá. Faz parte do “Parque do Sal”, e na sua visita, você pode: conhecer a Catedral (todas as entradas são em grupos com guia, e vale muito a pena ter o guia para entender tudo), assistir a um video 3D que explica a história do lugar e pode também fazer a “ruta del minero”. Na hora de comprar o ingresso, você pode escolher tudo o que quer fazer. Nós focamos em conhecer a catedral (que é enooooorme, tem todo o Via Crúcis) e assistimos ao video, que gostei bastante.

A Catedral está aberta para visitação todos os dias das 9:00 às 17:30. A tarifa básica custa $23.000 (uns R$27). Para chegar até lá, o jeito mais fácil é de carro mesmo (com GPS, pra não perder tempo!!). Mas há também um trem bem legal, estilo antigo, chamado “Tren Turistico de La Sabana”, que nos fins de semana sai bem cedinho de Bogotá (Estación La Sabana) ou de Usaquén e chega até a Catedral de Sal em Zipaquirá. Veja o site aqui e compre sua passagem online.

17 CATEDRAL DE SAL - zipaquira - turismo em bogota - dicas de viagem colombia

18 CATEDRAL DE SAL - zipaquira - turismo em bogota - dicas de viagem colombia
Via Crúcis, na Catedral de Sal | Gente, isso é tudo sal!!!

19 CATEDRAL DE SAL - zipaquira - turismo em bogota - dicas de viagem colombia

20 CATEDRAL DE SAL - zipaquira - turismo em bogota - dicas de viagem colombia

22 CATEDRAL DE SAL - zipaquira - turismo em bogota - dicas de viagem colombia
Trajeto do Tren Turístico de La Sabana

Agora é a hora de conhecer o famoso Andrés (de Chía, que é o original e o mais louco). Como a cidade de Chía fica exatamente entre Bogotá e Zipaquirá, é ideal parar lá na sua volta da Catedral de Sal. Leia os detalhes que escrevi sobre este restaurante mas acima, em “comes e bebes”. A noite lá é muito animada! Divirta-se! 😉

23 Mapa chia zipaquira como chegar - turismo em bogota - dicas de viagem colombia
Rota de carro traçada no Google Maps: Usaquén – Catedral de Sal (Zipaquirá) – Andrés Carne de Res (Chía)

00 LABEL dia 4

Fim de semana em Bogotá – Check!

Hora de fazer check-out no hotel e ir para o aeroporto rumo ao Brasil…
Ou… Rumo a Cartagena das Índias! 🙂 Por que não?!

[Leia post aqui]

Super fácil emendar as duas viagens, pois existem vôos diretos Bogotá-Cartagena (apenas 1h30 de vôo) de Avianca, Copa Airlines e TAM/LAN, e custam apenas 150 dólares (aproximadamente e, claro, com antecedência).

Como moro no Panamá, estou pertinho e fica fácil para fazer cada cidade em uma viagem diferente. Mas saindo do Brasil, melhor fazer as duas em uma ida só a Colômbia, né? (Quem sabe até adicionar Isla de San Andrés também?!).

24 CARTAGENA - turismo em bogota - dicas de viagem colombia
Cartagena
25 CARTAGENA ISLA BARU PLAYA BLANCA - turismo em bogota - dicas de viagem colombia
Playa Blanca, em Isla Baru, próximo a Cartagena

Tenho certeza de que o seu fim de semana em Bogotá será incrível, assim como foi para mim.

Obrigada pela visita,
Lala Rebelo

↑ Voltar ao começo do post

Comentários